Brasil busca medalha no Mundial de judô por equipes

A seleção brasileira masculina de judô luta por uma medalha de ouro inédita no Campeonato Mundial por equipes a partir das 4h30 deste domingo, em Paris, com transmissão da SporTV. Na primeira rodada da competição francesa, a equipe nacional enfrentará a Rússia, que em agosto esteve em São Paulo para treinamento. Se vencer, luta contra a Holanda. Caso se classifique para a semifinal, esta será contra Japão, França ou Oceania. Para aumentar as chances do País na competição, o técnico Luís Shinohara optou por uma estratégia com o objetivo de confundir os adversários. Levou dois atletas em três das sete categorias e só decidirá na hora quem vai entrar no dojô para lutar: Leandro Guilheiro ou Moacir Mendes Júnior entre os judocas com menos de 73 kg, Flávio Canto ou Tiago Camilo (-81 kg) e Mário Sabino ou Luciano Corrêa (-100 kg). ?Com tanta gente experiente no time, os outros países podem ficar em dúvida na escalação. E isso é muito bom. Temos um time unido, onde não há reservas nem titulares. Não ficarei nada triste se eu ficar no banco mas o Brasil sair campeão?, disse Luciano Corrêa. ?Todos estamos no mesmo barco, com vontade de dar o melhor em vencer. O Moacir pode ser meu rival numa seletiva nacional, mas aqui somos aliados. Só nós podemos nos ajudar?, afirmou Leandro Guilheiro. Os outros brasileiros que vão participar da competição já estão definidos: Denilson Lourenço (categoria até 60 kg), Leandro Cunha (-66 kg),

Agencia Estado,

16 Setembro 2006 | 09h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.