Santiago Russo/Confederação Argentina de Handebol
Santiago Russo/Confederação Argentina de Handebol

Brasil festeja vitória arrasadora sobre os EUA em estreia no Pan de Handebol

Segundo confronto será nesta segunda-feira (19), com a Colômbia, às 20 horas

Estadão Conteúdo

19 Junho 2017 | 09h38

A seleção brasileira feminina iniciou a sua participação no Pan-Americano Feminino de Handebol com uma vitória arrasadora sobre os Estados Unidos, por 42 a 10, em jogo disputado na noite do último domingo, em Buenos Aires. Após o confronto, o técnico do time nacional, Sérgio Graciano, e as suas comandadas festejaram o bom resultado, que serviu também para dar mais confiança ao time para o segundo duelo na competição, contra a Colômbia, nesta segunda-feira, às 20 horas (de Brasília), na Argentina.

Graciano evitou mostrar muita euforia pelo resultado, mas destacou que as brasileiras tiveram um desempenho dentro do que ele esperava para esta estreia. "O resultado foi dentro do que propusemos para esse primeiro jogo. Amanhã (esta segunda-feira) a proposta é a mesma. Tentar tirar as linhas de passe do adversário, não deixá-las jogar e tentar fazer o máximo de gols possíveis em contra-ataques", afirmou o comandante, em declarações reproduzidas pelo site oficial da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb).

Na partida diante das norte-americanas, o Brasil demorou um pouco para engrenar e fechou o primeiro tempo com uma vantagem de "apenas" dez gols (17 a 7), mas depois deslanchou na segunda metade do confronto para massacrar por 42 a 10, assegurando assim à seleção a liderança do Grupo A do torneio que dará aos seus três primeiros colocados vagas no Campeonato Mundial, que acontece em dezembro, na Alemanha.

"A partida começou mais ou menos equilibrada, mas conseguimos rapidamente saber as trajetórias da equipe dos Estados Unidos e dificultar o jogo delas, roubar a bola e dar mais profundidade na defesa. Nossas goleiras tiveram menos trabalho porque conseguimos interceptar bastante bolas e fazer contra-ataques. Com isso, criamos grandes chances de fazer gol de um contra o goleiro e conseguimos um bom placar", afirmou Graciano ao analisar o duelo contra os Estados Unidos.

Já a central Ana Paula destacou que o Brasil, campeão mundial em 2013 e tido como grande favorito ao título deste Pan-Americano, ressaltou que o time nacional não irá se acomodar com esta condição e se empenhará ao máximo em todas as partidas. "Vamos entrar para jogar da mesma maneira com todos os adversários. Não vamos subestimar a nenhuma seleção", garantiu a jogadora, para depois enfatizar: "Viemos conquistar o primeiro lugar. Queremos ganhar. Sabemos que vai ser difícil. Há outras boas equipes, mas vamos lutar até o final para sair daqui com o troféu".

Também nesta rodada de abertura do Pan-Americano, o Paraguai venceu a Colômbia por 35 a 17, o Chile bateu a República Dominicana por 33 a 11 e a anfitriã Argentina superou a Guatemala por 43 a 14. Além do duelo entre brasileiras e colombianas, esta segunda-feira terá os confrontos Estados Unidos x Porto Rico, Guatemala x Uruguai e República Dominicana x Argentina pela competição.

Mais conteúdo sobre:
handebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.