Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Brasil ganha mais um título mundial no surfe, com Lucas Silveira

Esportes

Poullenot/WSL

esportes

surfe

Brasil ganha mais um título mundial no surfe, com Lucas Silveira

Atleta é campeão júnior em Portugal e iguala conquistas de Adriano de Souza, o Mineirinho, e Gabriel Medina

0

PAULO FAVERO,
O Estado de S. Paulo

13 Janeiro 2016 | 16h37

O Brazilian Storm, como essa geração de surfistas brasileiros vem sendo chamada, obteve mais uma conquista. Nesta quarta-feira, Lucas Silveira, de 19 anos, se sagrou campeão mundial júnior ao vencer o Mundial da categoria, em Ericeira, Portugal. No feminino, a vitória ficou com a australiana Isabella Nichols.

"Estou tremendo, foram duas longas semanas aqui, muita espera e, finalmente, as ondas estavam ótimas ontem e hoje. A final foi bem lenta, comecei e terminei bem. Eu tive um evento louco aqui, minha bateria mais fraca foi com uma nota 15 e alguma coisa. É incrível", afirmou o brasileiro, que repetiu os títulos de outros conterrâneos, como Gabriel Medina e Adriano de Souza.

No ano retrasado, o carioca radicado em Santa Catarina foi eleito o estreante do ano na Tríplice Coroa Havaiana, por seu desempenho nas ondas de Haleiwa e Sunset Beach. Na disputa em Portugal, ele mostrou um surfe consistente, tirou a única nota 10 de todo o campeonato, sua somatória mais baixa foi 15,53 e fez bonito na decisão contra Timothee Bisso, de Guadalupe.

Na final, ele ganhou de Bisso por 16,17 a 11,74, sem dar chances para o rival. "Estou um pouco desapontado pois sei que podia ir melhor na decisão. As ondas estava muito difíceis, e sei que ficar em segundo lugar no Mundial Júnior é um ótimo resultado. Acho que ganhei respeito dos meus adversários", comentou Bisso.

No dia 29, Lucas completará 20 anos. Como prêmio, ele garantiu o convite para as principais etapas do QS, a segunda divisão do surfe, em toda a temporada. Bisso e os outros dois semifinalistas (Soli Bailey, da Austrália, e Leonardo Fioravanti, da Itália) também receberão os convites. "Estou muito feliz pelo título e agora é comemorar", disse Silveira.

O título dele é o sétimo do Brasil em 17 edições do Mundial Júnior. Já foram campeões Pedro Henrique (2000), Adriano de Souza (2003), Pablo Paulino (2004 e 2007), Caio Ibelli (2011) e Gabriel Medina (2013). O bom momento do surfe no País deve trazer ainda mais conquistas para os próximos anos.

Comentários