1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Brasil terá candidatura para sediar Universíade de 2019

AE - Agência Estado

15 Junho 2012 | 15h 03

Depois de ver falhar a tentativa de Brasília de receber a Universíade de 2017, o governo brasileiro decidiu lançar candidatura para que o País receba a competição poliesportiva universitária em 2019. Ainda não foi decidida, porém, qual a cidade que entrará no pleito.

A decisão foi tomada na quinta-feira, durante reunião entre o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e o presidente da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU), Luciano Cabral. "A pauta principal do encontro foi a candidatura de 2019. O ministro acha que o Brasil deve reapresentar a pretensão de receber mais esse megaevento esportivo. Não apontamos a cidade ainda, mas foi uma decisão de país. Agora, devemos percorrer todos os procedimentos para lançar a candidatura", revelou Luciano.

Quando Brasília tentou receber a Universíade de 2017, sem um orçamento claro, o governo brasileiro demorou a oferecer apoio formal, o que só aconteceu nas últimas horas antes do anúncio da decisão da sede, com a escolha de Taipei, em Taiwan. Agora, porém, o pleito deve ter forte apoio do Ministério do Esporte.

Realizada a cada dois anos, a Universíade reúne modalidades olímpicas direcionadas a atletas universitários. O Brasil já sediou a competição em 1963, em Porto Alegre. No ano passado, a Universíade aconteceu em Shenzhen, na China, com 24 modalidades. A delegação brasileira somou 18 medalhas, sendo duas de ouro. Os donos da casa venceram, com um total de 145 pódios.