Brasil vence Itália e decide Mundial de Futebol de Areia com o Taiti

Após oito anos, seleção terá a chance de garantir o título neste domingo

Estadao Conteudo

06 Maio 2017 | 19h30

O Brasil está de volta à final do Mundial de Futebol de Areia. Neste sábado, a seleção assegurou a sua classificação à decisão ao golear a Itália por 8 a 4, em Nassau nas Bahamas, encerrando um jejum que vinha desde 2011 sem disputar a partida que vale o título da competição.

Agora, neste domingo, o Brasil tentará superar um período de oito anos sem títulos do Mundial de Futebol de Areia - foi campeão pela última vez em 2009. Para isso, terá que derrotar a partir das 17h30 (horário de Brasília) a seleção do Taiti, que se garantiu na final ao vencer o Irã por 3 a 2 na disputa de pênaltis, após empate por 1 a 1.

O Taiti, aliás, foi o primeiro adversário do Brasil no Mundial, na fase de grupos, sendo que a seleção venceu por 4 a 1. Depois disso, a equipe passou por Polônia (7 a 4) e Japão (9 a 3), avançando em primeiro lugar na sua chave. Nas quartas de final, o triunfo foi sobre a seleção de Portugal, a última campeã mundial, por 4 a 3.

A partida contra a Itália teve momentos complicados para o Brasil, mas a equipe exibiu todo o seu repertório de belas jogadas, o que incluiu dois gols de bicicleta, marcados por Mauricinho, abrindo o placar da semifinal, e de Lucão. Além disso, o goleiro Mão também deixou a sua marca.

O primeiro período da partida terminou com a Itália em vantagem de 2 a 1. Mas o Brasil conseguiu a virada com uma exibição praticamente perfeita no segundo, quando marcou seis vezes, não foi vazado e abriu 7 a 2. A seleção italiana até diminuiu a desvantagem no último período, mas nada que ameaçasse a vitória da seleção.

Além do gol de bicicleta, Mauricinho marcou mais duas vezes e foi o artilheiro do Brasil na partida. Rodrigo fez dois e os outros gols da equipe nacional foram de Catarino, Lucão e Mão. No domingo, a equipe tentará repetir essa atuação para faturar o título mundial.

Mais conteúdo sobre:
futebol de areia Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.