1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Brasileiros vão mal na Diamond League de Estocolmo

Estadão Conteúdo

21 Agosto 2014 | 18h 05

Augusto Dutra não conseguiu marca no salto com vara e Mauro Vinícius da Silva foi apenas o sétimo no salto em distância

Os brasileiros Augusto Dutra e Mauro Vinícius, o Duda, não tiveram bons desempenhos na etapa de Estocolmo da Diamond League de atletismo, nesta quinta-feira. Longe do pódio, Duda foi apenas o sétimo colocado no salto em distância. Augusto Dutra não conseguiu registrar uma marca válida no salto com vara.

Duda saltou 7,88 metros e ficou em penúltimo lugar, à frente somente do norte-americano Jeff Henderson (7,78m). A medalha de ouro ficou com o sul-africano Godfrey Khotso Mokoena (8,09m), enquanto a prata foi obtida pelo holandês Ignisious Gaisah (8,04m). O sueco Michel Torneus levou o bronze (8,03m).

No salto com vara, Augusto Dutra desperdiçou suas três tentativas de salto. Sem registrar uma marca, não foi listado entre os classificados, assim como o francês Renaud Lavillenie, atual campeão olímpico da prova. A derrota do saltador da França é considerada uma das maiores decepções da temporada porque vinha de 20 vitórias consecutivas na prova.

Maja Suslin/EFE
Renaud Lavillenie encerrou uma série de 20 vitórias em Estocolmo

"Estou muito decepcionado. As condições foram muito difíceis aqui, com vento forte e frio. Quando você espera por mais de duas horas na pista, é difícil manter o corpo aquecido", comentou o francês, que viu a medalha de ouro ficar com o grego Konstadinos Filippidis.

O atleta da Grécia e os demais integrantes do pódio, o polonês Piotr Lisek e o chinês Xue Changrui, cravaram a marca de 5,60 metros. Filippidis ficou com o ouro porque alcançou a marca antes dos rivais.

Entre os destaques das provas de corrida, o jamaicano Nesta Carter faturou o primeiro lugar nos 100 metros ao marcar 9s96. Keston Bledman, de Trinidad e Tobago, levou a prata, com 10s09, seguido do britânico Chijindu Ujah, com 10s10. A prova não contou com os principais velocistas da atualidade, como Usain Bolt e Tyson Gay.

No feminino, a norte-americana Allyson Felix conquistou o ouro nos 200 metros, com o tempo de 22s85. A atual campeã olímpica da prova superou as compatriotas Tori Bowie (22s91) e Joanna Atkins (23s19).