Campeão russo de marcha atlética leva suspensão de quatro anos por doping

Atleta a mais um a se envolver no escândalo de doping oficial do esporte russo

Estadão Conteúdo

29 Maio 2017 | 12h06

O atual campeão russo de marcha atlética, Pyotr Trofimov, levou uma suspensão de quatro anos por uso de substâncias proibidas. Ele é mais um na lista de atletas que vêm sendo banidos depois que um escândalo de doping foi revelado pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) em 2015.

De acordo com a Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês), a punição veio depois que análises no passaporte biológico do atleta indicaram alterações no sangue de Trofimov provocadas por uso de substâncias proibidas.

Além da suspensão, que entra em vigor de forma retroativa a partir do dia 3 de novembro, Trofimov perde os títulos conquistados entre agosto de 2009 e maio de 2013. Campeão nacional da Rússia na prova de 20 km da marcha atlética no ano passado, ele já chegou a participar de campeonatos mundiais.

Na semana passada, uma comissão antidoping criada pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, sugeriu medidas para tentar recuperar a confiança mundial no esporte do país depois que o grande escândalo de doping veio à tona.

Além de sugerir que sejam confiscados os prêmios dados a atletas flagrados nos exames antidoping, a comissão pede mais prevenção e fiscalização, com a realização de mais testes e maior abertura das chamadas "cidades fechadas" da Rússia, onde atletas treinam em territórios militares com acesso restrito.

Mais conteúdo sobre:
atletismo Rússia doping

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.