1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

CBDN conta com novo CEO para alavancar os esportes de inverno

- Atualizado: 06 Janeiro 2016 | 21h 31

Pedro Cavazzoni assume o comando da Confederação Brasileira de Desportos na Neve para realizar um projeto a longo prazo no País

Com apenas 26 anos, Pedro Cavazzoni é o novo CEO da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN) e vai tentar aumentar a popularidade dos esportes de inverno no Brasil e trabalhar para que o País tenha novos talentos, em um projeto a longo prazo na entidade.

Uma das tarefas será ampliar a base da pirâmide para detectar talentos e, com isso, colher os frutos no futuro. Para isso, contará com a formação de núcleos baseada em um estudo da CBDN que relacionou a competitividade que o Brasil teria em uma das 19 modalidades de neve com a viabilidade de implantá-la em território nacional.

Mariah Soares, atleta brasileira de esqui aerials

Mariah Soares, atleta brasileira de esqui aerials

Entre as modalidades, as que parecem ser mais interessantes do ponto de vista do crescimento do esporte são o esqui aerials, o cross country, o biatlo e o snowboard slopestyle feminino. Esses esportes poderiam ser praticados no Brasil com modalidades semelhantes, e os atletas fariam treinos na neve com frequência.

É o caso do projeto com o esqui aerials, que foi buscar profissionais da ginástica artística. Países como Austrália e China fizeram isso, na mesma modalidade, e têm colhidos excelentes frutos, com destaques olímpicos no aerials. O dirigente também reconhece que a entidade não foi feliz em trazer os atletas do skate para o esporte de neve, mas isso no futuro venha a acontecer.

Apesar da pouca idade, Cavazzoni estava no comando do departamento técnico da entidade desde 2011 e atuou junto ao Ministério do Esporte e o Comitê Olímpico do Brasileiro, período no qual a confederação apresentou considerável crescimento de receita. Ele ajudou a desenvolver os projetos olímpicos de Sochi-2014 e o inédito projeto paralímpico de inverno brasileiro, em parceira com o CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro).

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX