1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Cielo faz melhor tempo do ano nos 50 metros em piscina curta

Estadão Conteúdo

03 Setembro 2014 | 12h 05

Campeão olímpico vence sua série com o tempo de 20s68 e garante índice para Mundial de piscina curta, mas visa melhora

Cesar Cielo foi o principal destaque da manhã desta quarta-feira do Troféu José Finkel, o Campeonato Brasileiro de Natação. Em Guaratinguetá, no interior paulista, ele registrou o melhor tempo do mundo na disputa dos 50 metros livre em piscina curta (25 metros) ao vencer a sua série em 20s68.

O tempo, além de lhe garantir o índice para o Mundial de Piscina de Curta deste ano, em Doha, ficou bem próximo do seu recorde sul-americano, que é de 20s51. Na mesma prova, Bruno Fratus também conquistou o índice ao nadar os 50 metros em 21s40.

"Foi uma prova boa para manhã. Tem umas coisinhas aí que acabei não gostando muito do jeito que eu fiz, mas vou buscar esse recorde de campeonato e quem sabe até o recorde sul-americano hoje à tarde e quero aproveitar pra agradecer porque reclamei do bloco no Troféu Maria Lenk lá no Ibirapuera e faz diferença pra gente sim. Essa é a saída que eu sei fazer. É o bloco que eu sei usar. Fiquei muito contente de chegar bem perto da minha melhor marca já cedo", disse Cielo, avaliando que pode melhorar a sua marca na final, ainda nesta quarta-feira.

Orlando Bento/MinasTenis
Nas provas desta manhã, Cielo conseguiu o índice para disputar o Mundial de piscina curta

"Sinto que dá pra estar um pouquinho mais acordado à tarde. Agora é descansar um pouco depois do almoço, baixar essa adrenalina que deixa a gene um pouco agitado. O índice já está alcançado. É uma marca bacana pra eu dar continuidade aos meus treinamentos até o Mundial. Tem muita competição até sábado. A piscina está rápida e é continuar torcendo porque bons resultados vão vir", completou.

Já pensando no Mundial, porém, Cielo admitiu que essa melhor marca do ano não é suficiente para ele faturar a medalha de ouro em Doha. Por isso, sabe que precisa evoluir até a competição no final de 2014.

"É uma marca bacana pra entrar no Mundial, mas pra ser campeão lá sei que vou ter que baixar isso. Quase ninguém nadou ainda a prova em curta este ano e o Manaudou e o Morozov (francês Florent Manaudou e o russo Vladimir Morozov, que lideraram o ranking em 2013) devem nadar por aí em 20s6 ou 20s7. Eu tenho carinho especial por toda competição que possa me acrescentar na carreira e não tive dúvidas na escolha deste ano entre tentar ser o campeão do Pan-Pacífico ou brigar por mais um título Mundial", explicou.

Bruno Fratus, que foi campeão dos 50 metros livre no Pan-Pacífico, disse que se surpreendeu com o tempo registrado nesta manhã. E mesmo com o índice obtido, preferiu não assegurar se vai participar do Mundial de Piscina Curta.

"Não esperava fazer esse tempo e é sempre legal conseguir um índice, mas estou voltando de um campeonato forte e meu foco aqui é representar bem o Pinheiros. Sobre o Mundial de Doha ainda vou ver com meu técnico (o australiano Brett Hawke) se vamos participar", disse.

Ainda nesta quarta-feira, Graciele Herrmann e Etiene Medeiros também superaram o índice para a disputa feminina dos 50 metros livre no Mundial, que é de 24s67. Graciele fez o tempo de 24s45 e Etiene marcou 24s58 para obter o seu terceiro índice nesta edição do José Finkel - os outros foram nos 100 metros costas e nos 100 metros borboleta.

"Estou numa fase ótima e descobri que sorrir e focar nas coisas boas é o segredo. Eu mudei muita coisa na minha vida desde o ano passado e sinto que está valendo à pena. Mudei de cidade, de técnico, de dieta, emagreci bastante e comecei um trabalho pesado. Mudei muito também e principalmente a forma de encarar a carreira", explicou Etiene.

Graciele garantiu que esperava obter o índice após a sua participação no Pan-Pacífico e acredita que pode fazer um tempo ainda melhor na final. "Eu estava esperando alcançar o índice agora pelo tempo que eu fiz na abertura do revezamento (24s61), mas é sempre bom alcançar o objetivo. Eu estou bem confiante para a final e pretendo baixar mais esse tempo", disse.