Reprodução
Reprodução

Comitê Organizador do Rio-2016 firma parceria com Sesi-SP

'Transforma a educação e é legado da Olimpíada', diz Nuzman

PAULO FAVERO, Estadão Conteúdo

25 Agosto 2015 | 16h22

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio firmou nesta terça-feira, em um evento em São Paulo, uma parceria com o Sesi-SP para levar às escolas mantidas pelo órgão o projeto Transforma, que incentiva e dissemina a prática esportiva entre alunos e professores. "Estamos assinando esse projeto que transforma a educação e é um dos legados dos Jogos Olímpicos", explicou Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

O dirigente entende que a iniciativa ajudará as escolas a terem contato com modalidades pouco difundidas no País. "A ideia é transformar as crianças de todo Brasil. Claro que poucas serão atletas olímpicos no futuro, mas nossa obrigação é abrir os horizontes delas", continuou o dirigente, na presença de Paulo Skaf, presidente da Fiesp, Sesi-SP e Senai-SP, e centenas de atletas.

O evento contou ainda com o lançamento do livro "Atletas Olímpicos Brasileiros", de autoria da professora Katia Rubio. A publicação traz 1.796 notas biográficas dos atletas nacionais que participaram de alguma edição dos Jogos Olímpicos desde 1920, quando o Brasil teve seu primeiro representante. Vários dos atletas representados no livro estavam presentes no evento.

O Transforma é um programa de educação dentro do tripé de legado olímpico, que inclui ainda as áreas de Cultura e Sustentabilidade. A ideia é trabalhar os valores e os novos esportes nas escolas e isso já está sendo feito com sucesso no Rio de Janeiro, onde crianças e professores estão tendo contato mais próximo com rúgbi, hóquei sobre grama, tiro com arco e esgrima, além de modalidades paralímpicas.

O programa possui uma plataforma online, na qual materiais didáticos são disponibilizados na internet, de forma gratuita. O Transforma também conta com capacitação e a intenção é levar os Jogos Olímpicos para dentro da escola. Mais informações podem ser obtidas no site www.rio2016.com/educacao.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.