Arnd Wiegmann/Reuters
Arnd Wiegmann/Reuters

Construtora Odebrecht mantém entrega da Arena Corinthians para 15 de abril

Além da abertura da Copa, estádio vai receber outros cinco jogos

Paulo Favero, Agência Estado

01 Março 2014 | 20h09

SÃO PAULO - O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, surpreendeu em entrevista neste sábado, na Suíça, ao dizer que espera a entrega do Itaquerão apenas no dia 15 de maio, menos de um mês antes da abertura da Copa. Mas a construtora Odebrecht, responsável pela obra, reafirmou que o estádio do Corinthians ficará pronto em 15 de abril, conforme estava estipulado anteriormente.

"Estamos a 104 dias do primeiro jogo da Copa no Brasil, em São Paulo, um estádio que ainda não está pronto. E não vai estar pronto antes do dia 15 de maio", afirmou Valcke, durante uma entrevista coletiva neste sábado, em Zurique, quando foi perguntado sobre as dificuldades que a Fifa está enfrentando nos preparativos para a realização do Mundial.

Inicialmente, o Itaquerão deveria ficar pronto em dezembro. Mas, com o acidente que provocou a morte de dois operários no final de novembro, houve um atraso de cerca de três meses na construção do estádio, o que fez a entrega das obras ser remarcada para o dia 15 de abril. Neste sábado, porém, Valcke deu um novo prazo para o palco de abertura da Copa.

Procurada pela reportagem, para comentar as declarações de Valcke, a assessoria de imprensa da Odebrecht se limitou a dizer, na tarde deste sábado, que a data de entrega do estádio está mantida em 15 de abril. No último balanço da construtora, 97% das obras já foram concluídas - e o ritmo do trabalho tem sido intenso para cumprir o prazo estabelecido.

Até o momento, a colocação dos assentos do Itaquerão atingiu 33 mil unidades - serão 68 mil lugares no total, incluindo os 20 mil das arquibancadas provisórias, que já estão sendo montadas atrás dos gols. Enquanto isso, o gramado está pronto, assim como outros pontos importantes da obra, caso, por exemplo, da instalação dos elevadores e das escadas rolantes.

Além de receber a abertura da Copa do Mundo, com o duelo entre Brasil e Croácia no dia 12 de junho, o novo estádio do Corinthians, na capital paulista, será palco de outros cinco jogos da competição. São mais três da primeira fase (Uruguai x Inglaterra, Holanda x Chile e Coreia do Sul x Bélgica), além de um das oitavas de final e outro das semifinais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.