1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Corinthians mostra imagens do Itaquerão com o maior telão do mundo

PAULO FAVERO - O Estado de S. Paulo

26 Setembro 2012 | 03h 21

Estádio ainda terá iluminação duas vezes melhor que a da Allianz Arena, do Bayern de Munique

SÃO PAULO - Enquanto a Arena Corinthians começa a tomar forma em Itaquera, com mais de 50% de avanço nas obras, o clube vem fazendo acordos para ter o melhor estádio do mundo. E isso passa por negociar com as principais empresas em seus ramos de atividade e tentar sempre os produtos de última geração. O sonho megalomaníaco vem se tornando realidade com a garantia de que terá o maior telão do mundo, uma iluminação de fazer inveja a qualquer clube e um gramado de excelente qualidade.

Já são cerca de 30 acordos com fornecedores de iluminação, louça sanitária e pedras naturais, entre outros. “Estamos procurando preços diferenciados, mas não podemos divulgar os números por causa dos acordos que foram feitos. Só posso dizer que será uma economia enorme para o clube”, explica o arquiteto Anibal Coutinho.

O Estadão.com.br teve acesso a novas imagens do projeto, feitas pelo escritório Coutinho, Diegues e Cordeiro junto com o DDG Arquitetura. Nelas, pode-se perceber os detalhes de acabamento da arena e a alta tecnologia envolvida. Na fachada lateral, por exemplo, o clube terá o maior telão do mundo, com 170 m de comprimento por 20 m de altura, feito pela multinacional alemã Osram e sua empresa Traxon. Só para se ter uma ideia, o badalado telão do estádio do Dallas Cowboys mede 49m por 22 m.

Nesse telão gigantesco do Corinthians, voltado para a área externa, serão exibidas imagens da torcida que estará dentro do estádio. Isso vai ajudar a criar uma grande atmosfera para quem está do lado de fora. Outros quatro telões, de 30 m por 7,5 m, possuem uma ultra definição de um pixel por 7 mm, igual à do telão do estádio do New York Yankees. Eles ficarão atrás dos dois gols, um voltado para o campo e outro para a torcida.

Uma outra preocupação do Corinthians é com a iluminação da arena. Com o intuito de possibilitar uma boa transmissão para HD e 3D, além do super slow motion, os refletores projetarão no campo 5.000 lux. Isso é o dobro da iluminação da Allianz Arena, do Bayern de Munique, por exemplo. Do lado externo, a opção foi por vidros translúcidos com serigrafia, e nos camarotes, a escolha foi por vidros transparentes antirreflexo.

As paredes laterais são em porcelana, com outra fornecedora oficial (a italiana Levantina, maior empresa de pedras naturais do mundo). A cerâmica terá 3 mm de espessura e uma medida de 3 m por 1m. É leve, durável e antipichação. No projeto do estádio, a intenção foi abusar do branco, não só para refletir a luz como também para tornar o ambiente mais fresco.

“Teremos uma fachada ventilada, que fica solta da parede, para que o ar passe por ela”, explica Coutinho. Outro fornecedor da arena será a japonesa Toto, maior empresa de louça sanitária e metais do mundo.

O próximo passo agora é definir quem vai fazer o gramado. Duas empresas estão negociando e o clube já optou por uma semeadura de inverno, de origem inglesa e mais resistente. “É ponto de honra para o Corinthians ter o melhor campo do mundo”, avisa Coutinho. Haverá um sistema de refrigeração das raízes, que ficam em uma profundidade maior no solo para equilibrar a temperatura.

Se por um lado o clube já lucra com o estádio graças aos acordos com grandes empresas, por outro está preocupado com o descompasso entre o ritmo de gasto do dinheiro nas obras e a lentidão de liberação de recursos do BNDES e da CID (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento). Isso pode fazer a obra desacelerar, ou até parar, caso o caixa fique totalmente esvaziado nas próximas semanas.

Copa 2014