Curitibano faz 111 mil abdominais

O professor de Educação Física em Curitiba, Edmar Freitas, de 23 anos, quer entrar no Guiness Book como o campeão em flexões abdominais no período de 24 horas. Nesta quarta-feira pela manhã ele completou 111.096 flexões ultrapassando a marca de 103 mil, que pertence ao norte-americano Bill Evans, atualmente o recordista mundial. "A emoção é muito grande", disse o professor, logo após encerrar as sessões. Na próxima semana, ele enviará a Londres fitas de vídeo, recortes de jornais e documentos que comprovem sua façanha e levem o Guiness a homologar a conquista, o que deve demorar cerca de um ano. Freitas já tinha anteriormente quebrado os recordes paranaense, com 20.500 flexões, e o sul-americano, com 57 mil. Ele começou as flexões às 10 horas da manhã de terça-feira e passou toda a noite exercitando-se em um palco montado na Boca Maldita, local de maior trânsito de pessoas em Curitiba. Durante as 24 horas, Freitas teve quatro intervalos de cinco minutos para ir ao banheiro. Ele disse que teve momentos em que achou que não completaria a prova, em função do calor, dores musculares e cãibras. "Mas eu tinha colocado na cabeça que ia quebrar o recorde", afirmou. O professor alimentou-se com barras de carboidrato, proteínas, água de côco e bananas. A contagem das flexões foram feitas por estudantes universitários.

Agencia Estado,

06 Março 2002 | 18h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.