Diego Hypólito espera repetir desempenho no Brasil

Depois de conquistar a medalha de prata no solo no Mundial de Ginástica Artística, realizado na semana passada em Aarhus, na Dinamarca, Diego Hypólito está de olho na finalíssima da Copa do Mundo que será realizada em dezembro, em São Paulo. Da seleção brasileira, quatro ginastas já têm vaga garantida: Diego, Daiane dos Santos, Laís Souza e Daniele Hypólito. Com a evolução da equipe, Diego acredita em vaga individual e por equipes no masculino para os Jogos Olímpicos de Pequim/2008. O resultado da Dinamarca garantiu aos garotos uma vaga no Pré-Olímpico do ano que vem, na Alemanha. "A nossa 18.ª colocação foi tão importante quanto a minha medalha de prata", garantiu Diego. Sobre a final no solo na Dinamarca, Diego voltou a comentar sobre a nota maior dada pelos árbitros ao romeno Marian Dragulescu, que ficou com o ouro, mesmo cometendo um erro grosseiro. "Minha série foi muito boa. A melhor que eu já fiz. O Dragulescu teve um erro grande, tanto é que ele não comemorou. Na festa de encerramento, os árbitros e técnicos me disseram depois que eu merecia o ouro?, contou o atleta que agora soma duas medalhas em Mundiais: o ouro em Melbourne/2005 e a prata. Entre as garotas, Laís Souza foi o destaque do Brasil, mas frustrou a sua expectativa de subir ao pódio na decisão do individual geral, que estava classificada em quinto lugar, mas desistiu da final, porque sentiu fortes dores no pé esquerdo, devido a queda na trave sofrida no dia anterior da decisão. ?Pode ser que falte um pouco de sorte, porque aconteceu em dois anos seguidos. Mas meu pé estava doendo e não deu (para competir)!?, disse Laís que no ano passado ficou de fora do Mundial porque se machucou nas assimétricas quando fazia o aquecimento. Fora do individual geral, participou da final do salto, terminando em quarto e oitavo no solo. ?Agora, para finalíssima, preciso melhorar meu desempenho no solo e tentar acrobacias com nota de partida mais alta no salto?, disse a garota. Nesta terça, a equipe já volta a treinar para duas competições que terão antes da finalíssima:os Jogos Sul-Americanos, em Buenos Aires, de 11 a 14 de novembro, onde irão seis ginastas e para a Copa do Mundo de Glasgow, na Escócia, de 7 a 9 de novembro, que segundo Raimundo Blanco, técnico da equipe permanente masculina, devem ir apenas Diego e Mosiah, que tem chance de se classificar para finalíssima na barra fixa.

Agencia Estado,

23 Outubro 2006 | 19h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.