1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Doping no atletismo tira mais dois favoritos da Olimpíada de Londres

AE-AP - Agência Estado

26 Julho 2012 | 10h 13

Dimitris Chondrokoukis, que conquistou o Mundial Indoor no salto em altura, e Zoltan Kovago, um dos favoritos no lançamento de disco, foram suspensos

À medida que se aproxima a Cerimônia de Abertura dos Jogos de Londres, crescem os números de casos de doping na modalidade. Só na manhã desta quinta-feira foram confirmados mais dois, ambos de favoritos à medalha no Estádio Olímpico de Londres.

Um dos casos é do grego Dimitris Chondrokoukis, que neste ano conquistou o Mundial Indoor no salto em altura. A Associação Internacional das Federações de Atletismo (Iaaf) ainda não confirma oficialmente, mas ele testou positivo para a substância proibida estanzolol e está suspenso das competições.

O Comitê Olímpico Grego publicou uma carta atribuída ao pai e técnico do atleta, Kyriakos Chondrokoukis, que confirma o resultado positivo no teste antidoping, mas nega a injeção de substância proibida. No texto, o grego também pede contraprova.

Outro punido é o húngaro Zoltan Kovago, um dos favoritos a subir ao pódio no lançamento de disco, que foi suspenso por dois anos pela Iaaf, segundo informou o Comitê Olímpico da Hungria. O lançador teria se recusado a participar de um exame antidoping no ano passado.

Kovago, quinto do ranking mundial, é o segundo lançador húngaro punido por doping nas vésperas dos Jogos de Londres. Antes dele, Robert Fazekas, que também estava classificado para a Olimpíada, também testou positivo para uma substância proibida.