1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Drogba entra e garante vitória da Costa do Marfim sobre Japão

MARCO JUSTO LOSSO - Agência Estado

15 Junho 2014 | 00h 09

Atacante entra no segundo tempo e ajuda seleção africana a virar a partida sobre japoneses

O marfinense Drogba voltou a provar na noite deste sábado, na Arena Pernambuco, no Recife, que nada como o talento de um craque para superar qualquer esquema tático disciplinado. O atacante marfinense entrou no segundo tempo e mudou a história da estreia de seu time, a Costa do Marfim, que venceu o Japão por 2 a 1 ao fechar a primeira rodada do Grupo C da Copa do Mundo. Com o resultado, a equipe africana encostou na Colômbia, que venceu a Grécia na estreia por 3 a 0 e lidera a chave. 

A Costa do Marfim pode carimbar sua classificação inédita para as oitavas contra a Colômbia, na quinta-feira, em Brasília, às 13h, no Mané Garrincha. A equipe japonesa volta a entrar em campo para decidir seu futuro na Copa contra a Grécia também na quinta, a partir das 19h, em Natal, na Arena das Dunas. 

Costa do Marfim estreia na Copa com virada
Emmanuel Dunand/AFP

Pelo Grupo C, a Costa do Marfim bateu o Japão por 2 a 1, de virada, na Arena Pernambuco.

" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;

 

O JOGO

A equipe da Costa do Marfim começou com mais volume, dominando as ações da partida, mas não conseguia transformar em gols sua superioridade. Buscando Gervinho, a equipe africana tentou sua primeira jogada com cruzamento que Ushida tirou para escanteio. Em outro passe de Gervinho, Bony concluiu para o gol de Kawashima. A bola foi desviada por Nagatomo.

Aos 12, primeira ação de Barry com cruzamento de Yamaguchi. O goleiro marfinense saiu para fácil defesa. Mas foi o Japão que abriu o marcador. Aos 15, em jogada individual, Honda concluiu com classe ao receber de Nagamoto, tirar a marcação e bater seco, no alto do canto direito de Barry. 

Com a vantagem, o Japão passou a controlar as ações do confronto. Mas aos 25, um lance controverso na área japonesa. Em boa jogada, Yaya Touré tocou para o meio da área e a bola foi desviada por Hasebe. O árbitro chileno Enrique Osses não marcou nada. Na sequência, em outra boa troca de passes, Kalou chutou firme por cima do gol após receber de Yaya Touré.

Aos 33, Gervinho assustou ao quase marcar, com chute forte desviado por Yushida. A Costa do Marfim continuava a atacar, sem contanto criar muito perigo para a meta de Kawashima. Em vários lances, o jogadores marfinenses finalizavam na zaga ou em cima do goleiro, como foi o caso de Gervinho e Boka.

Na volta do intervalo, o Japão voltou pressionando mais forte e conseguiu duas boas oportunidades com Hasebe e Yamaguchi, que finalizaram para fora. 

Aos 13, em mais um lance controverso no ataque da Costa do Marfim, Yaya Touré invadiu a área e foi derrubado por Yoshida. O juiz chileno novamente não marcou nada, mandou a jogada continuar e depois ainda advertiu o zagueiro marfinense Zokora com o cartão amarelo.

Mas aos 16, Drogba entrou e mudou a cara da partida. Na sua primeira jogada, o craque do Galatasaray deixou Gervinho livre para chutar. O atacante da Roma preferiu cruzar e a zaga japonesa afastou.

Com o jogo incendiado, a Costa do Marfim conseguiu seu empate aos 18 minutos, em cruzamento perfeito de Aurier, que encontrou Bony para cabecear e igualar a partida.

Sem tempo para respirar, a zaga japonesa estava atônita com a movimentação do ataque marfinense. E Gervinho, dois minutos depois do empate, colocou sua equipe em vantagem no placar. Quase num replay da jogada anterior, Aurier repetiu a dose e cruzou para o meio da área. Gervinho mergulhou e contou com a ajuda do goleiro Kawashima para marcar o gol que definiria a partida.

Aos 39, em toque de Kalou, Drogba quase deixou sua marca ao chutar rasteiro contra a meta japonesa. A bola foi desviada pela zaga e passou raspando na trave de Kawashima.

O Japão tentava superar a defesa africana, mas não conseguiu organizar seu jogo como no primeiro tempo e ameaçava pouco a meta de Barry.

Aos 43, em mais um passe excelente de Drogba, Kalou quase ampliou ao chutar na diagonal para boa defesa de Kawashima. Ao final, o time marfinense segurou a bola e esperou pelo apito do juiz chileno para comemorar sua vitória.

FICHA TÉCNICA

COSTA DO MARFIM 2 x 1 JAPÃO

COSTA DO MARFIM - Barry; Aurier, Zoroka, Bamba e Boka (Djakpa); Yaya Touré, Tioté e Serey (Drogba); Kalou, Gervinho e Bony (Konan). Técnico: Sabri Lamouchi.

JAPÃO - Kawashima; Ushida, Morishige, Yoshida e Nagatomo; Hasebe (Endo), Yamaguchi, Honda, Kagawa (Kakitani) e Okazaki; Osako. Técnico: Alberto Zaccheroni.

GOLS - Honda, aos 15 minutos do primeiro tempo; Bony, aos 18, e Gervinho, aos 20 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Bamba e Zokora (Costa do Marfim); Yoshida e Morishige (Japão).

ÁRBITRO - Enrique Osses (Fifa/Chile).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis. 

LOCAL - Arena Pernambuco, no Recife (PE).

Copa 2014