1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Em estreia de Levir, Fluminense vence Criciúma e se classifica

- Atualizado: 10 Março 2016 | 23h 50

Mesmo com time reserva, o Fluminense venceu o Criciúma por 2 a 0, com dois gols de Gerson, nesta quinta-feira, no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG), e avançou para a semifinal da Copa Sul-Minas-Rio. Além da classificação, a partida também marcou a estreia do técnico Levir Culpi, que substitui Eduardo Baptista, demitido há duas semanas.

Após ter estreado com derrota na competição, o Flu se recuperou com dois triunfos e terminou na liderança do grupo A, com seis pontos. Por ter sido o segundo melhor geral do torneio, o time enfrentará o Internacional, dia 23, com mando de campo a favor. A outra semifinal será entre Flamengo e Atlético Paranaense, também na casa dos cariocas.

Em Juiz de Fora, os reservas do Flu apresentaram um futebol que os titulares ainda não mostraram no ano. Logo aos 4 minutos, Eduardo cobrou escanteio, Renato Chaves desviou e Gerson fez 1 a 0. Foi o primeiro gol do meia que foi para a Roma, mas que retornou para cumprir um contrato de apenas seis meses.

O autor do gol era o melhor em campo. Aos 25, roubou bola de Ianson e entrou na área, mas errou na hora de passar para Pedro, que entrava livre na área. Aos 32, nova falha catarinense. Ianson e David se atrapalharam, Gerson aproveitou o erro e encobriu o goleiro para marcar novamente: 2 a 0.

Sem criatividade, o Criciúma assustou apenas uma vez, em um lance inusitado, quando Roger Guedes errou um cruzamento e quase surpreendeu Diego Cavalieri. Na sequência, nova tentativa, com Gum, que tentou afastar e por pouco não marcou contra.

Após as chances, o Fluminense se recuperou e apenas administrou o jogo, com raras tentativas. Uma delas foi com Felipe Amorim, que chutou forte e viu David defender. Satisfeito com o que viu, Levir Culpi apenas aguardou o apito final para selar a vitória e classificação para a semifinal.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX