Empresário de Popó negocia luta com Casamayor

A aposentadoria de Acelino Popó Freitas está bem perto do fim. Apenas três semanas depois de anunciar que estava deixando o boxe, o pugilista baiano negocia sua volta aos ringues. Será numa luta pelo título dos leves pelo Conselho Mundial de Boxe, contra o cubano Joel Casamayor, provavelmente em março de 2007. Uma reunião entre os empresários de Popó e Casamayor acontece nesta quinta-feira, nos Estados Unidos. Enquanto isso, o pugilista brasileiro espera em Salvador, na Bahia, para começar na segunda-feira a preparação para o combate com o cubano. Popó explicou que sua volta ao boxe tem um único motivo. "Quero o título do Conselho, que me falta", contou o pugilista, que já foi campeão pela Associação Mundial de Boxe e também pela Organização Mundial de Boxe. A provável luta contra Casamayor será uma revanche, já que Popó venceu o cubano em 2002, conquistando na ocasião o título dos superpenas pela Associação Mundial. Em 11 anos de carreira, Popó soma 39 lutas, com 38 vitórias (32 nocautes) e apenas uma derrota. E promete vencer Casamayor outra vez. "Vencerei por nocaute até o sexto round?, avisou o brasileiro.

Agencia Estado,

26 Outubro 2006 | 16h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.