Eric Gay/AP Photo
Eric Gay/AP Photo

EUA batem Espanha e faturam bi no basquete masculino

O time dos Estados Unidos fez campanha impecável e conquistou o título de forma invicta

AE, Agência Estado

12 Agosto 2012 | 13h19

LONDRES - Os Estados Unidos se deram melhor na reedição da final dos Jogos de Pequim e conquistaram o bicampeonato olímpico do basquete masculino. Neste domingo, a Espanha até fez um duelo equilibrado, mas foi derrotada pela seleção norte-americana por 107 a 100 na decisão da Olimpíada de Londres, realizada na North Greenwich Arena.

Em 2008, Espanha e Estados Unidos também fizeram a decisão em Pequim e naquela oportunidade os norte-americanos venceram por 118 a 107. Naquela ocasião, a medalha de bronze ficou com a Argentina, que em Londres foi derrotada na disputa do terceiro lugar do basquete masculino pela Rússia, também neste domingo.

Campeã olímpica, a seleção dos Estados Unidos realizou campanha impecável nesta Olimpíada. O título foi obtido de forma invicta, com oito vitórias, sendo que em seis delas a equipe anotou 100 ou mais pontos. Já a Espanha, que ficou com a medalha de prata, sofreu duas derrotas, ambas na fase de classificação, para Rússia e Brasil.

Kevin Durant foi o principal destaque dos Estados Unidos na final da Olimpíada. O astro do Oklahoma City Thunder foi o cestinha da partida com 30 pontos e ainda obteve nove rebotes. Já LeBron James somou 19 pontos e sete rebotes, enquanto Kobe Bryant anotou 17 pontos. Pau Gasol se destacou pela seleção espanhola com 24 pontos, oito rebotes e sete assistências.

Os Estados Unidos começaram a partida em ritmo forte e venceram o primeiro quarto por 35 a 27. Os espanhóis, porém, reagiram no segundo quarto, equilibraram o duelo e foram ao intervalo perdendo por apenas um ponto (59 a 58). O equilíbrio se manteve no terceiro quarto. Assim, os norte-americanos começaram o último período com a vantagem mínima, ganhando por 83 a 82.

A seleção norte-americana, porém, impôs ritmo forte no começo do quarto decisivo e abriu 10 pontos (97 a 87) quando faltavam 4 minutos e 27 segundos para o encerramento do duelo. Assim, a seleção dos Estados Unidos administrou a vantagem nos instantes finais e garantiu a medalha de ouro na Olimpíada de Londres com o triunfo por 107 a 100.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.