1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Ex-boxeador Maguila revela que sofre de Mal de Alzheimer e critica o MMA

estadão.com.br

06 Setembro 2011 | 18h 44

'O médico passou remédio, mas eu disse para rasgar tudo', diz, em entrevista a jornal

SÃO PAULO - Adílson Maguila, 53 anos, revelou que sofre de Mal de Alzheimer e diabetes. Em entrevista publicada pelo jornal Diário de São Paulo, o ex-boxeador afirmou que o diagnóstico foi feito há dois anos. Mas ele jamais fez tratamento.

"Fiz exames no Hospital das Clínicas e o médico disse que eu tenho Alzheimer e diabetes. Mas eu acho que é mentira porque isso causa esquecimento e eu não esqueço de nada", declarou. "O médico me passou remédio, mas eu disse para rasgar tudo. Não sinto nada. Não sinto nada, mas, se sentir algo, vou me cuidar. Você vai tocando o barco até quando Deus quiser."

O Mal de Alzheimer se manifesta normalmente em pessoas idosas e causa perda gradativa de memória. Na entrevista ao periódico, Maguila revelou que a mãe dele, Jolinda Rodrigues dos Santos, morreu aos 89 anos com a doença. "Reconhecia os filhos, mas, às vezes, demorava um pouco."

CRÍTICA

Ao Diário de São Paulo, Maguila também falou sobre o MMA. E foi crítico ao esporte que faz sucesso no Brasil. "Não gosto não. Para mim, é briga de rua. Você joga o sujeito no chão e fica batendo."

O ex-campeão ainda desafiou Anderson Silva, ídolo mundial do MMA, para um combate. "Se cair para dentro, o coro vai comer." E disse que levanria vantagem. "Ele não sabe nem 'jabear', porque já entra com a direita. Boxe é com a mão esquerda."

No entanto, ele deixou claro que jamais entraria no octógono do UFC. "Se for para brigar, não tem tempo ruim, mas praticar vale-tudo jamais. Vou lutar agarrado com homem? Eu vou é me agarrar com mulher."