Federer e Nadal voltam a fazer a diferença na Copa Davis

O número 1 do ranking mundial, Roger Federer, e seu perseguidor mais próximo, Rafael Nadal, mostraram neste sábado que não mesmo fundamentais para suas seleções na Copa Davis. Com eles em quadra, Suíça e Espanha venceram seus jogos de duplas neste sábado e vão em vantagem para o último dia de jogos do playoff que vale vaga para o Grupo Mundial, no domingo - na sexta, ambos já haviam vencido sua partida de duplas. Em Genebra, Federer atuou ao lado de Yves Allegro na vitória sobre os sérvios Ilija Bozoljac e Nenad Zimonjic por 3 a 0 (7/6 (7/3), 6/4 e 6/4), que deixou o confronto em 2 a 1 para Suíça. Federer pode garantir o ponto decisivo no jogo contra Novak Djokovic. Em Santander, Nadal e Fernando Verdasco venceram Giorgio Galimberti e Daniele Bracciati por 3 a 1 (6/2, 3/6, 6/3 e 7/6 (7/4) e marcaram 2 a 1 para a Espanha contra a Itália. Nadal faz o quarto jogo contra Filippo Volandri, e pode garantir a vitória espanhola. Dois confrontos do playoff já foram definidos com o jogo de duplas: a Áustria marcou 3 a 0 contra o México, assim como a República Checa bateu a Holanda. Nos outros duelos, a Bélgica vai vencendo a Eslováquia e a Alemanha supera a Tailândia, ambos por 2 a 1, enquanto Romênia e Coréia do Sul empatam em 1 a 1 - o jogo de duplas foi suspenso por causa de chuvas em Bucareste.

Agencia Estado,

23 Setembro 2006 | 15h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.