Felipe Lima e Henrique Martins se destacam nas eliminatórias do Maria Lenk

Nas disputas femininas, houve empate na prova de 100m borboleta

Estadao Conteudo

02 Maio 2017 | 13h14

Felipe Lima e Henrique Martins foram os destaques da primeira sessão de provas do Troféu Maria Lenk, realizado no Rio. Nesta terça-feira, eles lideraram as eliminatórias dos 100 metros peito e dos 100m borboleta, respectivamente, ambos com a quarta melhor marca do mundo em 2017 na competição realizada no Parque Aquático Maria Lenk.

Felipe Lima, nadador do Minas, marcou 59s32 nos 100m peito, tempo que pode colocá-lo entre os oito melhores índices técnicos das seletivas, o que o levaria ao Mundial de Esportes Aquáticos em Budapeste. Pedro Cardona foi o segundo melhor, com 1min00s46, seguido por João Gomes Junior, com 1min01s14.

Henrique Martins fez o melhor tempo de sua vida nos 100m borboleta ao marcar 51s57. Satisfeito, o nadador do Minas lembrou que a última vez em que nadara a distância em menos de 52s havia sido há oito anos. "Estou muito feliz. Minha 2ª vez abaixo dos 52 segundos. E no mesmo local. Na ocasião, consegui a vaga para o Mundial de Roma/2009, com um tempo cerca de 10 centésimos mais lento do que hoje", afirmou.

Na disputa feminina dos 100m borboleta, Daynara de Paula e Daiene Dias terminaram empatadas nas eliminatórias com o tempo de 59s18. Já Jhennifer Conceição foi a mais rápida nos 100m peito, com 1min08s66.

Nesta tarde, a partir das 17h30, serão realizadas as finais dos 100m borboleta, 400m livre e 100m peito, além da disputa do revezamento 4x50 metros livre com a presença de Cesar Cielo na equipe do Pinheiros.

Mais conteúdo sobre:
natação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.