1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Fifa anuncia que doará 20 milhões de dólares ao Brasil para projetos sociais

Marcio Dolzan - Agência Estado

23 Janeiro 2014 | 12h 01

Valor deve beneficiar 108 programas de desenvolvimento em 25 instituições no País

RIO - O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, anunciou na manhã desta quinta-feira, no Rio, que a entidade que controla o futebol mundial criará, em março deste ano, um fundo que visa investir pelo menos US$ 20 milhões (R$ 47,8 milhões) em projetos sociais ligados ao futebol no Brasil. O dirigente fez a revelação durante visita ao Instituto Bola pra Frente, uma das entidades que serão beneficiadas no País.

Ao total, a Fifa promete beneficiar um total de 108 programas de desenvolvimento social ligados ao futebol em todo o mundo, sendo que Valcke prometeu que a entidade irá apoiar 25 institutos no Brasil, que neste ano será palco da Copa do Mundo.

"O Football for Hope foi lançado pela Fifa em 2005 e nós já investimos US$ 36 milhões em organizações no mundo inteiro. Estamos vendo aqui a maneira como o futebol pode mudar o mundo com projetos como este. A Fifa apoia muitas instituições e estamos criando um fundo de legado", disse o dirigente, que mais tarde esclareceu que o valor total a ser investido no País em projetos sociais ainda será definido.

"Ainda vamos fechar e anunciar o valor completo de todo esse investimento, mas são pelo menos US$ 20 milhões que a Fifa vai investir em comunidades no Brasil para construção de minicampos e para provocar esporte aliado sempre à educação", prometeu.

Valcke anunciou o apoio da Fifa para projetos no Brasil ao lado do técnico Jorginho, tetracampeão mundial com a seleção brasileira na Copa de 1994 como jogador. O ex-atleta criou o Instituto Bola pra Frente em 2000, com o objetivo de atender crianças em situação de vulnerabilidade social. Nesta quinta, ele exibiu o trabalho da sua entidade para uma delegação composta por Valcke e pelos seus ex-colegas de seleção Cafu e Bebeto.

Ao final do encontro com o dirigente, Jorginho conversou com a reportagem e revelou que sua entidade já recebeu US$ 200 mil da Fifa para investir em projetos sociais ligados ao instituto, mas deixou claro que este valor não pode ser usado para desenvolvimento da estrutura física do local. O ex-jogador ainda disse que a Fifa deverá distribuir mais US$ 800 mil em breve para beneficiar outros projetos tocados pelo Bola pra Frente que envolve outras entidades.