1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Grêmio leva sustos, mas bate Glória no fim e alivia pressão

- Atualizado: 27 Fevereiro 2016 | 19h 58

Dois gols após os 40 minutos garante o triunfo por 4 a 2

A semana foi de cobrança para o Grêmio, que vinha de três derrotas nos últimos quatro jogos e teve protesto de torcedores no CT na sexta-feira, mas a partida que antecedeu uma semana decisiva, com compromisso pela Libertadores e o primeiro Gre-Nal de 2016, terminou com felicidade tricolor neste sábado. Na Arena, o time bateu o Glória por 4 a 2, com dois gols nos minutos finais, e ganhou fôlego para encarar a LDU e o arquirrival Inter, ambos em casa.

O Grêmio foi a 15 pontos e assumiu a terceira colocação do Campeonato Gaúcho após sete rodadas. O resultado deve acalmar os ânimos da torcida, que esteve no CT Luiz Carvalho na sexta-feira e protestou jogando pipoca na chegada dos jogadores. O Glória estacionou nos seis pontos, em oitavo lugar.

Pressionado para conquistar o resultado, o Grêmio iniciou a partida em alta velocidade e comandou as jogadas de ataque, enquanto o Glória buscava espaço para contragolpear. Na primeira chance efetiva de gol, aos 11, Giuliano aproveitou sobra e chutou de primeira, mas o goleiro Roballo fez a defesa.

Jogadores do Grêmio fizeram enorme festa com os dois gols no fim diante do Glória
Jogadores do Grêmio fizeram enorme festa com os dois gols no fim diante do Glória

No minuto seguinte, o goleiro do Glória apareceu novamente para impedir que o placar fosse aberto e interceptou cruzamento perigoso de Wallace Oliveira. Já aos 17, quando Roballo foi superado, foi a vez da trave atrapalhar os planos gremistas. Douglas cobrou escanteio pela esquerda e Fred cabeceou forte no poste.

Após o sufoco inicial, o Glória conseguiu levar perigo aos 20 minutos, quando Elyeser chutou forte de longe, mas a bola saiu por cima do gol. O Grêmio respondeu em seguida, com Giuliano na grande área chutando para nova defesa de Roballo, que saltou bem para espalmar para escanteio.

Mantendo a proposta de jogar no erro do adversário, o Glória conseguiu abrir o placar aos 28 minutos, quando Maicon errou a saída de bola e tocou nos pés do adversário Eder. O meia dominou e chutou de canhota no cantinho esquerdo de Marcelo Grohe.

Mesmo atrás no marcador, o Grêmio manteve a insistência e perdeu chances com chutes de fora da área de Douglas. No entanto, já nos acréscimos do primeiro tempo, o time conseguiu buscar o empate. Everton acertou bom passe para Giuliano nas costas da zaga, na marca do pênalti, e o meia, enfim, venceu o goleiro com um drible e mandou para o fundo das redes.

A segunda etapa começou com mais tranquilidade para o Grêmio, já que o time conseguiu buscar a virada logo aos três minutos. Douglas cobrou escanteio pela esquerda, Marcelo Oliveira desviou e o zagueiro Pedro Geromel apareceu na segunda trave para completar.

Em seguida, os donos da casa seguiram criando chances, mas desperdiçando gols. Primeiro, Douglas chutou forte e Roballo espalmou. Na sequência, Everton recebeu na área e mandou na trave.

Após tantas oportunidades perdidas, o Grêmio sofreu o gol de empate aos 27 minutos. Germano avançou pela esquerda até a linha de fundo e cruzou rasteiro, a bola passou por toda a zaga gremista e encontrou Vinícius Chimbica livre de marcação. O atacante encheu o pé e deixou tudo igual.

Após o gol, foi a vez do Glória chegar com mais perigo e desperdiçar as chances de vencer o jogo. Aos 36, Grohe fez duas boas defesas em sequência, primeiro, em chute de Eder e depois, em batida de fora da área de Vinicius. Aos 38, Elyeser driblou dois dentro da área e mandou para fora.

Sentindo a pressão da torcida, apesar de apenas 9.582 torcedores terem comparecido à Arena, o Grêmio conseguiu se redimir nos minutos finais e converter duas oportunidades para deixar o campo com um placar convincente.

Aos 43, Henrique Almeida, que havia entrar no lugar de Maicon, pegou um belo chute de fora da área e marcou seu primeiro tento com a camisa gremista. Já aos 47, Luan recebeu cruzamento de Kaio e mandou de primeira para as redes e selar o 4 a 2 para o Grêmio.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX