Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Grêmio leva sustos, mas bate Glória no fim e alivia pressão

Esportes

Lucas Uebel|Divulgação

Esportes

Grêmio

Grêmio leva sustos, mas bate Glória no fim e alivia pressão

Dois gols após os 40 minutos garante o triunfo por 4 a 2

0

Murilo Aquino,
Estadão Conteúdo

27 Fevereiro 2016 | 19h12

A semana foi de cobrança para o Grêmio, que vinha de três derrotas nos últimos quatro jogos e teve protesto de torcedores no CT na sexta-feira, mas a partida que antecedeu uma semana decisiva, com compromisso pela Libertadores e o primeiro Gre-Nal de 2016, terminou com felicidade tricolor neste sábado. Na Arena, o time bateu o Glória por 4 a 2, com dois gols nos minutos finais, e ganhou fôlego para encarar a LDU e o arquirrival Inter, ambos em casa.

O Grêmio foi a 15 pontos e assumiu a terceira colocação do Campeonato Gaúcho após sete rodadas. O resultado deve acalmar os ânimos da torcida, que esteve no CT Luiz Carvalho na sexta-feira e protestou jogando pipoca na chegada dos jogadores. O Glória estacionou nos seis pontos, em oitavo lugar.

Pressionado para conquistar o resultado, o Grêmio iniciou a partida em alta velocidade e comandou as jogadas de ataque, enquanto o Glória buscava espaço para contragolpear. Na primeira chance efetiva de gol, aos 11, Giuliano aproveitou sobra e chutou de primeira, mas o goleiro Roballo fez a defesa.

No minuto seguinte, o goleiro do Glória apareceu novamente para impedir que o placar fosse aberto e interceptou cruzamento perigoso de Wallace Oliveira. Já aos 17, quando Roballo foi superado, foi a vez da trave atrapalhar os planos gremistas. Douglas cobrou escanteio pela esquerda e Fred cabeceou forte no poste.

Após o sufoco inicial, o Glória conseguiu levar perigo aos 20 minutos, quando Elyeser chutou forte de longe, mas a bola saiu por cima do gol. O Grêmio respondeu em seguida, com Giuliano na grande área chutando para nova defesa de Roballo, que saltou bem para espalmar para escanteio.

Mantendo a proposta de jogar no erro do adversário, o Glória conseguiu abrir o placar aos 28 minutos, quando Maicon errou a saída de bola e tocou nos pés do adversário Eder. O meia dominou e chutou de canhota no cantinho esquerdo de Marcelo Grohe.

Mesmo atrás no marcador, o Grêmio manteve a insistência e perdeu chances com chutes de fora da área de Douglas. No entanto, já nos acréscimos do primeiro tempo, o time conseguiu buscar o empate. Everton acertou bom passe para Giuliano nas costas da zaga, na marca do pênalti, e o meia, enfim, venceu o goleiro com um drible e mandou para o fundo das redes.

A segunda etapa começou com mais tranquilidade para o Grêmio, já que o time conseguiu buscar a virada logo aos três minutos. Douglas cobrou escanteio pela esquerda, Marcelo Oliveira desviou e o zagueiro Pedro Geromel apareceu na segunda trave para completar.

Em seguida, os donos da casa seguiram criando chances, mas desperdiçando gols. Primeiro, Douglas chutou forte e Roballo espalmou. Na sequência, Everton recebeu na área e mandou na trave.

Após tantas oportunidades perdidas, o Grêmio sofreu o gol de empate aos 27 minutos. Germano avançou pela esquerda até a linha de fundo e cruzou rasteiro, a bola passou por toda a zaga gremista e encontrou Vinícius Chimbica livre de marcação. O atacante encheu o pé e deixou tudo igual.

Após o gol, foi a vez do Glória chegar com mais perigo e desperdiçar as chances de vencer o jogo. Aos 36, Grohe fez duas boas defesas em sequência, primeiro, em chute de Eder e depois, em batida de fora da área de Vinicius. Aos 38, Elyeser driblou dois dentro da área e mandou para fora.

Sentindo a pressão da torcida, apesar de apenas 9.582 torcedores terem comparecido à Arena, o Grêmio conseguiu se redimir nos minutos finais e converter duas oportunidades para deixar o campo com um placar convincente.

Aos 43, Henrique Almeida, que havia entrar no lugar de Maicon, pegou um belo chute de fora da área e marcou seu primeiro tento com a camisa gremista. Já aos 47, Luan recebeu cruzamento de Kaio e mandou de primeira para as redes e selar o 4 a 2 para o Grêmio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.