Guga dispensa o técnico argentino Hernan Gumy

Ainda lutando para voltar ao tênis, Gustavo Kuerten anunciou nesta quinta-feira a dispensa do seu treinador, o argentino Hernan Gumy. Os dois trabalharam juntos nos últimos 16 meses - desde maio de 2005 -, período em que o brasileiro pouco jogou, em virtude dos problemas físicos que enfrenta. Um eventual substituto ainda não foi definido. ?Foi legal trabalhar com o Hernan, mas eu queria uma mudança, uma coisa diferente, no meu próprio dia-a-dia. Acho que até em função de ficar todo esse tempo sem jogar, estou buscando algo que me traga uma nova motivação", explicou Guga, em comunicado oficial em seu site. Por causa da lesão no quadril, Guga pouco jogou nestes 16 meses ao lado de Hernan Gumy. Ao todo, foram 3 partidas oficiais no período: dois no US Open de 2005, diante de Paul Goldstein e Tommy Robredo, e um no Brasil Open deste ano, contra André Ghem. Sobre a escolha do novo treinador, Guga avisou que não tem pressa para decidir. ?É uma coisa bem recente e ainda não pensei muito nisso. O pessoal da Davis vai me dar uma força no que eu precisar e a minha principal preocupação ainda é o físico?, disse o tenista, que completou 30 anos no último domingo. Hernan Gumy foi o segundo técnico da carreira profissional de Guga. O primeiro e mais importante foi Larri Passos, com quem ele começou a jogar tênis e chegou aos maiores títulos, como o tricampeonato de Roland Garros e a liderança do ranking mundial. Agora, fazem parte da sua equipe o fisioterapeuta Nilton Petrone, o empresário Paulo Carvalho e a assessora de imprensa Diana Gabanyi. Davis Apesar de ainda não estar na melhor forma física e técnica, Guga treina forte para poder defender o Brasil na Copa Davis, de 22 a 24 de setembro, contra a Suécia, em Belo Horizonte. Ele foi convocado pelo capitão Fernando Meligeni, mas não sabe se terá condições de jogar - pode entrar nas duplas. ?Fiquei surpreso com a convocação, mas gostei, pois foi um novo ânimo na minha carreira. Sinto que estou a cada dia melhor, mas vou tentar apenas jogar a dupla?, disse Guga. ?Sempre há um incômodo, com as dores no quadril, mas estou buscando maior estabilidade, com fisioterapia e exercícios.?

Agencia Estado,

14 Setembro 2006 | 14h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.