Kirby Lee/USA Today
Kirby Lee/USA Today

IAAF pune marchadores russos após participação em treinos com técnico banido

Informações são de que os cinco atletas teriam viajado ao Quirguistão no mês passado para participação em um período de treinamentos com Viktor Chegin

Estadão Conteúdo

04 Maio 2018 | 09h34

A Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês) anunciou nesta sexta-feira que vetou a presença de cinco marchadores russos em competições internacionais após eles serem acusados de trabalhar com um técnico banido do esporte.

+ Presidente do Comitê Olímpico da Rússia anuncia sua renúncia

As informações são de que os cinco atletas teriam viajado ao Quirguistão no mês passado para participação em um período de treinamentos com Viktor Chegin. Ele era considerado o melhor treinador russo de marcha atlética, mas foi banido por toda a vida do esporte em 2016. O técnico dirigia um centro de treinamentos ligado a mais de 30 casos de doping, alguns deles envolvendo vários campeões olímpicos e mundiais.

Sergey Shirobokov, que ganhou a medalha de prata na prova de 20 quilômetros do Mundial de Atletismo do ano passado, está entre os marchadores que perderam o status de "atleta neutro" da IAAF. Klavdiya Afanasyeva, Olga Eliseeva, Yuliya Lipanova, Sergey Sharypov foram os outros atletas sancionados.

Com essa punição, eles não poderão participar no Mundial de Marcha Atlética, quer será realizado neste fim de semana na China.

A Rússia está suspensa do atletismo pela IAAF, após investigação da Agência Mundial Antidoping que comprovou um esquema de doping sistemático com apoio do Estado. Desde então, seus atletas só podem competir sob uma bandeira neutra e caso recebam o aval da entidade gestora do atletismo no mundo.

Mais conteúdo sobre:
atletismo Rússia doping

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.