IAAF suspende 6 por doping em novas análises de exames dos Jogos de 2008 e 2012

Três atletas tiveram suas medalhas retiradas

Estadão Conteúdo

31 Maio 2017 | 11h26

Seis competidores russos e ucranianos receberam suspensões nesta quarta-feira, impostas pela Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês), após a reanálise das amostras de exames antidoping realizados nos Jogos Olímpicos de 2008 e de 2012 detectarem o uso de substâncias proibidas.

A IAAF afirmou que a velocista russa Yulia Chermoshanskaya, que levou o ouro no revezamento 4x100 metros em 2008, foi banida por dois anos. Dois ucranianos - Oleksandr Pyatnytsya, prata no lançamento de dado na Olimpíada de 2012, e Denys Yurchenko, bronze no salto com vara em 2008 - também receberam penas de dois anos. As suas medalhas já haviam sido retiradas no ano passado pelo Comitê Olímpico Internacional.

Também foram impostas suspensões de dois anos para os atletas ucranianos Vita Palamar, Marharyta Tverdohlib e Maksym Mazuryk, que competiram em edições recentes dos Jogos Olímpicos, mas não foram medalhistas.

Em um caso separado, a IAAF também anunciou a suspensão por oito anos da ucraniana Natalia Lupu, que foi campeã europeia indoor dos 800 metros em 2013. A entidade explicou que a atleta falhou em exame realizado em julho do ano passado, no segundo caso de doping da sua carreira. O seu resultado na Olimpíada do Rio, em 2016, quando avançou às semifinais dos 800m, pode ser anulado.

Mais conteúdo sobre:
Olimpíada atletismo IAAF Doping

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.