Cinara Piccolo/PhotoeGrafia
Cinara Piccolo/PhotoeGrafia

Interino, Sérgio Graciano anuncia 1ª convocação da seleção feminina de handebol

Foram chamadas 21 atletas para um período de treinamentos

O Estado de S.Paulo

18 Maio 2017 | 20h14

Com apenas alguns dias de trabalho, Sérgio Graciano, técnico interino da seleção brasileira de handebol feminino, anunciou nesta quinta-feira a primeira convocação da equipe. Foram chamadas 21 atletas para um período de treinamentos, a partir do próximo 7, e para a disputa da terceira edição do Torneio Quatro Nações, o primeiro compromisso internacional do ano, de 9 a 11 de junho.

A competição amistosa contará com Brasil, Chile, Portugal e República Dominicana, em São Bernardo do Campo (SP), e fará parte da preparação para o Campeonato Pan-Americano da categoria, que será em Buenos Aires, na Argentina, de 18 a 25 de junho.

O Centro Nacional de Desenvolvimento do Handebol vai abrigar os treinamentos da seleção, que serão o primeiro passo da nova empreitada do técnico, anunciado na semana passada. Entre as convocadas, algumas novidades e alguns retornos. Por ser o início de um novo ciclo olímpico, Sérgio Graciano decidiu dar oportunidade a nomes que não vinham fazendo parte da equipe recentemente para que possam mostrar seu trabalho.

"Sempre tem um nome ou outro diferente quando se muda uma comissão técnica. Conversamos entre nós, levantamos informações sobre algumas meninas que jogam na Europa, como estavam atuando nas ligas de lá e achamos por bem chamar algumas que não vinham sendo convocadas. É um novo ciclo olímpico e algumas têm, de novo, a chance de mostrar que podem fazer parte dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020", destacou.

Além de atletas que jogam no continente europeu, como a ponta direita Mariana Costa, campeã mundial em 2013, o treinador também convocou jogadoras que atuam no Brasil e têm feito um bom papel na Liga Nacional como Dani Joia, Amanda Caetano, Mariane e Regiane. "Chamamos algumas que atuam no cenário nacional, que se destacaram no ano passado e vêm fazendo um bom trabalho ao longo do tempo. Estar na seleção brasileira é um reconhecimento pelo que elas desenvolvem dentro de quadra. Tenho certeza de que essas 21 meninas fizeram por merecer isso", acrescentou.

 

Confira a convocação da seleção brasileira feminina de handebol:

Goleiras - Bárbara Arenhart (Vaci NKSE-Hungria), Gabriela Moreschi (Larvik-Noruega) e Jéssica Silva de Oliveira (São Bernardo-SP)

Armadoras - Amanda de Souza Caetano (Abluhand/FURB-SC), Bruna de Paula (Fleury Loiret Handball-França), Deonise Fachinello (HC Odense-Dinamarca), Eduarda Amorim (Gyor Audi ETO-Hungria), Mariane Cristina Oliveira Fernandes (São Bernardo-SP) e Patrícia Batista da Silva (Kastamonu Genclik SK-Turquia)

Centrais - Ana Paula Rodrigues Belo (Rostov-Rússia), Danielle Cristina Joia (Pinheiros-SP) e Mayara Fier de Moura (Pinheiros-SP)

Pontas - Adriana Cardoso de Castro (HSG Blomberg-Lippe-Alemanha), Dayane Pires da Rocha (São Bernardo-SP), Jéssica Quintino (HC Odense-Dinamarca), Larissa Fais Munhoz Araujo (Erd Noi Késilabda-Hungria), Mariana Costa (Nykobing HandboldKub-Dinamarca) e Samira Rocha (Kisvarda Master Good SE-Macedônia)

Pivôs - Regiane dos Santos Silva (São Bernardo-SP), Tamires Anselmo Costa (Pinheiros-SP) e Tamires Morena de Araújo (CDB Cercle Dijon Bourgogne-França)

Mais conteúdo sobre:
Handebol Handebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.