Jogos: ciclista argentino bate recorde

O ciclista argentino Edgardo Simon, 27 anos, registrou nesta segunda-feira um novo recorde para a prova de perseguição individual 4.000 metros no Velódromo Municipal de Curitiba, instalado no Jardim Botânico. Com a marca de 4min45s657, ele ultrapassou o brasileiro Antônio Carlos Silvestre, bi-campeão pan-americano, que segurava a marca de 4min52s há vários anos. "Nosso projeto é chegar às Olimpíadas", disse Simon. Na disputa pelo ouro nos 7º Jogos Sul-Americanos, ele venceu o chileno Marco Arriagada, seu companheiro na equipe Publiguias, do Chile. Seu recorde poderia ter sido melhor, caso não começasse a chover quando faltavam cerca de 1,5 mil metros para o fim da prova. "Tive que ter mais cuidado para não cair", justificou. Sua sorte foi ter adotado a estratégia de atacar nas primeiras voltas, quando abriu vantagem. Com 24 anos de idade, o venezuelano Alexander Cornieles sentia-se duplamente feliz ao receber a medalha de ouro na prova quilômetro contra relógio. Em dezembro ele havia se acidentado quando estava ocupando um táxi e precisou receber implante nos ligamentos da perna direita. "A medalha tem um gosto especial", disse. Seu tempo foi de 1min7s927. "O tempo só não foi melhor porque a pista estava pesada", afirmou.

Agencia Estado,

05 Agosto 2002 | 14h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.