Jogos Olímpicos chegam ao fim: relembre algumas das decepções de Londres/2012

Diego Hypolito e a seleção masculina de futebol foram apenas alguns dos fiascos na competição

O Estado de S. Paulo

12 Agosto 2012 | 14h52

LONDRES - Os Jogos Olímpicos de Londres ficarão marcados para sempre na história do esporte mundial. De todos os credenciados para as disputas, alguns atletas e seleções deixaram a desejar. É claro que todos sabem o quanto esses competidores tiveram de suar a camisa para se credenciar aos Jogos. Ocorre que de alguns deles se esperava mais. bem mais.

Espanha - Futebol Masculino

A equipe bicampeã europeia e atual campeã mundial era uma dos favoritas ao ouro olímpico. Só que acabou eliminada ainda na primeira fase depois de três partidas sem marcar um gol sequer. O treinador do time espanho, Luis Milla, foi demitido.

Hungria no Pólo Aquático masculino

A seleção era a atual bicampeã olímpica e chegou a Londres com a fama e o peso do favoritismo. Mas isso durou até cair ainda nas quartas de final. A derrota para Itália tirou qualquer chance de medalha.

Japão no judô

Os criadores do esporte tinham como meta conquistar 14 medalhas em Londres e por isso ficaram frustrados quando apenas metade da meta foi cumprida, com uma medalha de ouro na modalidade. Para os padrões japoneses, foi bem pouco.

Diego Hypolito - ginástica

Após a decepção na final de Pequim/2008, o ginasta brasileiro chegou para os Jogos de Londres disposto a apagar a má impressão deixada na China. Mas ainda nas eliminatórias Diego errou feio, caiu de barriga e foi eliminado. Depois disso, admitiu ter 'amarelado' em sua apresentação. Praticamente encerrou seu ciclo olímpico.

Delegação da Áustria

Os 70 atletas da delegação austríaca voltaram sem medalhas para casa. O resultado negativo foi duramente criticado pela imprensa do país e pelo próprio Ministro do Esporte local, que prometeu acabar com a farra de atletas que foram à Londres para fazer turismo e não competir pela nação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.