Jogos: só curiosidade em São Paulo

São Paulo é sede de 8 das 26 modalidades em disputa nos Jogos Sul-Americanos, todas fora da lista dos esportes olímpicos mais importantes ou populares. Apesar disso, são modalidades diferentes, que despertam curiosidade, como o levantamento de peso, que começa amanhã, no Centro Olímpico do Ibirapuera, dentro do programa de provas da sétima edição dos Jogos, que tem mais três sedes - Belém, Curitiba e Rio. Em Mogi das Cruzes, no Paradise Resort Golf Village, prossegue a competição de golfe - a equipe feminina do Brasil terminou o primeiro dia de provas na liderança. "Ter esportes muito diferentes é bom e ruim", disse a secretária de Esportes de São Paulo, Nádia Campeão, sobre as modalidades que couberam à cidade. "É ruim porque esportes mais populares atraem mais o público, mas é bom porque as pessoas podem ver que o universo esportivo é amplo, vai além do futebol." As competições têm entrada gratuita, o que pode ser um atrativo extra. Em São Paulo, os ingressos podem ser retirados no local, antes das provas. Maria Elizabete Jorge - atleta de origem humilde, que chegou a ganhar a vida como lavadeira - chamou a atenção como a única representante brasileira em uma prova sem tradição entre as mulheres, na Olimpíada de Sydney, em 2000: o levantamento de peso. Hoje, aos 46 anos, é a técnica da equipe feminina do Brasil nos Jogos Sul-Americanos. Pela primeira vez na história, o Brasil terá levantadoras em todas as categorias no torneio feminino. As disputas começam hoje, no Centro Olímpico do Ibirapuera, com duas provas femininas - até 48 kg, às 15 horas, e até 53 kg, às 16 horas - e duas masculinas - até 56 kg, às 11 horas, e até 62 kg, às 17 horas. O levantamento de peso é um daqueles esportes com muitas medalhas em disputa. Serão 135, pelas quais brigarão 70 atletas de Argentina, Aruba, Bolívia, Brasil, Chile, Equador, Peru, Uruguai e Venezuela (a seleção brasileira tem 15 atletas, 7 mulheres). No levantamento de peso, o torneio soma pontos no ranking que definirá os países classificados para o Pan-Americano de Santo Domingo, em 2003. Só valem para o ranking competições com antidoping - em São Paulo serão feitos dois exames em cada categoria. As categorias são distribuídas por peso corporal e cada atleta pode fazer três tentativas de levantar o peso em cada exercício (arranco e arremesso). Vence quem conseguir o melhor desempenho na somatória entre o melhor arranco e o melhor arremesso. Também há medalhas individuais para o arranco e o arremesso. Recorde - Hoje, em Belém, o juvenil Fernando Fernandes conquistou a medalha de ouro nos 5 mil m, com 14min13s29, novo recorde sul-americano juvenil no atletismo. Franck de Almeida conquistou a medalha de prata, com 14min14s18.

Agencia Estado,

01 Agosto 2002 | 20h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.