1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Liderado por Iziane e Clarissa, Brasil massacra Venezuela em evento-teste no Rio

- Atualizado: 15 Janeiro 2016 | 23h 01

Liderado por boas atuações de Iziane e Clarissa, respectivas cestinhas da partida com 30 e 28 pontos cada uma, a seleção brasileira feminina massacrou a Venezuela por 112 a 41, na noite desta sexta-feira, na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico da Barra, no fechamento do primeiro dia de disputas do evento-teste do basquete que visa a Olimpíada de 2016.

O confronto valeu pelo Torneio Internacional Feminino e o Brasil foi totalmente dominante. Fechou o primeiro quarto do jogo ganhando por 17 a 4 e depois o segundo por 45 a 14. Em seguida, ampliou ainda mais a sua vantagem ao terminar o terceiro período ganhando por 79 a 34. E, sem se acomodar no tempo final, fez mais 33 pontos e sofreu apenas sete para liquidar a partida de forma massacrante.

A pivô Érika, com 20 pontos, foi outro destaque da vitória da seleção brasileira, que vem mostrando força mesmo desfalcada de diversas de suas principais jogadoras, que aderiram a um boicote criado pelos clubes da Liga Nacional contra a Confederação Brasileira de Basquete (CBB). Apenas as atletas do Sampaio Correa e Érika, que está sem clube desde que deixou seu time na Turquia, além da pivô Clarissa, do Corinthians/Americana, discordaram do boicote.

Esse é o primeiro evento-teste da Arena Carioca 1, que nos Jogos do Rio vai receber os duelos de basquete e na Paralimpíada será palco de basquete e rúgbi em cadeira de rodas. Antes de estrear nesta competição amistosa, a seleção brasileira já havia vencido a Argentina por 81 a 39 e havia surpreendido a Austrália, medalha de bronze nos Jogos de Londres e no Mundial da Turquia, por 61 a 53.

Antes de brasileiras e venezuelanas entraram em quadra, o confronto entre Austrália e Argentina abriu o evento-teste de basquete para os Jogos de 2016. E as australianas também não tiveram dificuldades para arrasar as adversárias por 87 a 37. Batkovic, com 16 pontos e 11 rebotes pela seleção da Oceania, foi o destaque do duelo.

Neste sábado, o evento-teste da modalidade segue com mais dois confrontos. No primeiro deles, australianas e venezuelanas se enfrentam às 18 horas. Na sequência, às 20h30, o Brasil encara a Argentina. Já para domingo estão previstos três jogos para o dia final de disputas do evento. O primeiro deles será às 14 horas, quando ocorrerá um amistoso das seleções brasileiras principal e sub-23 masculina de cadeiras de roda. Em seguida, no fechamento do torneio amistoso feminino, a Argentina pega a Venezuela às 18h, antes de brasileiras e australianas se enfrentarem a partir das 20h30.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX