Mano di Piedra marca despedida

O pugilista Roberto "Mano di Piedra" Duran deixará os ringues em 1.º de junho. Aos 50 anos, o panamenho desistiu de lutar após acidente automobilístico em Buenos Aires, há 45 dias, quando quebrou 6 costelas e teve lesão pulmonar. Mike Tyson, Muhammad Ali, Larry Holmes e Maradona são esperados na festa. Duran foi campeão mundial em 5 categorias.

Agencia Estado,

08 Março 2002 | 19h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.