1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Mekhissi-Benabbad ganha os 1.500 metros; Mo Farah leva o ouro

Brian Homewood - Reuters

17 Agosto 2014 | 18h 26

Francês irrita alguns torcedores, que acharam o seu comportamento anti-esportivo, gesticulou e riu enquanto corria pela reta final

Mahiedine Mekhissi-Benabbad continuou vestido e se recuperou da sua desclassificação na corrida por obstáculos para vencer os 1.500 metros do Campeonato Europeu, neste domingo, e Mo Farah, como era esperado, ganhou os 5.000 metros para completar uma dobradinha.

Mekhissi-Benabbad, que perdeu a medalha de ouro dos 3.000 metros com barreiras por ter comemorado sem camisa, respondeu às críticas ao vencer sem contestações, inclusive celebrando antes mesmo de cruzar a linha de chegada.

O francês, que disse ter "corrido com raiva" e irritou alguns setores da torcida, que achou o seu comportamento anti-esportivo, gesticulou e riu enquanto corria pela reta final, depois de uma corrida caótica, em que vários corredores tropeçaram entre si.

Bernd Thissen/EFE
Mahiedine Mekhissi-Benabbad venceu a prova com facilidade

Ele mais uma vez diminuiu o passo, aparentemente gesticulando para os outros corredores se esforçarem para alcançá-lo, antes de cruzar a linha de chegada. O norueguês Henrik Ingebrigtsen ficou com a prata e o britânicoChris O'Hare com o bronze.

"Eu ainda não tinha terminado", disse Mekhissi-Benabbad, que foi privado de um tricampeonato europeu consecutivo depois do incidente de quinta-feira.

"A única reação possível para mim, depois da desclassificação, seria voltar à pista e conquistar este título", acrescentou o duas vezes medalhista deprata nas Olimpíadas.

"Não há muitos atletas capazes de fazer o que eu fiz. Eu fui da alegria à tristeza com a desclassificação e a minha reação foi a de um campeão".

"Eu estava muito motivado. Eu corri com raiva, estou muito orgulhoso", acrescentou.

Mekhissi-Benabbad, que tem um histórico de incidentes que incluem mascotes e problemas com os adversários, recebeu a princípio um cartão amarelo depois de tirar a camisa na reta final da corrida que venceu na quinta-feira.

No entanto, ele foi posteriormente desclassificado depois que a Espanha protestou.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo