Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Mesmo banido, Blatter espera estar presente na eleição da Fifa

Esportes

Matthias Schrader/AP

Mesmo banido, Blatter espera estar presente na eleição da Fifa

O suíço Joseph Blatter foi um dos pivôs do escândalo da Fifa que estourou no ano passado e manchou o futebol mundial. Acabou renunciado à presidência da entidade e suspenso. Mesmo assim, não parece disposto a se afastar do esporte e garantiu que espera estar presente na eleição de seu sucessor.

0

Estadão Conteúdo

29 Janeiro 2016 | 12h20

De acordo com seu porta-voz, Thomas Renggli, em entrevista à agência The Associated Press, Blatter ainda confia que poderá acompanhar a eleição do próximo dia 26 de fevereiro. "Ele deveria estar presente no congresso", disse Rengli.

A aparição do suíço de 79 anos, no entanto, é pouco provável. Ele entrou com uma apelação contra o banimento de oito anos imposto pela Fifa no fim do ano passado e o resultado deste protesto, independente de qual seja, não deve ser protocolado antes da data da eleição.

Renggli explicou que Blatter estará na sede da Fifa, em Zurique, no dia 16 de fevereiro para uma audiência do comitê de apelação da entidade e que uma decisão imediata é esperada. Mesmo se os dirigentes confirmarem a suspensão, pode levar semanas para que seja escrito o veredicto detalhado que o suíço precisa para entrar com protesto na Corte Arbitral do Esporte (CAS). É por causa desta brecha que o ex-presidente espera se fazer presente na eleição.

A Fifa anunciou a punição a Blatter no mês passado por conflito de interesses, após ele ter aprovado uma transferência de US$ 2 milhões a Michel Platini, então presidente da Uefa, em 2011. Apesar da suspensão, Renggli disse que "apenas o congresso, de acordo com o estatuto, pode tirar o sr. Blatter de seu mandato".

Mais conteúdo sobre:

Comentários