Fabio Motta|Estadão
Fabio Motta|Estadão

Mineirinho celebra fim de jejum e enaltece determinação após conquista no Rio

'Nunca desisti e sempre acreditei e mostrei muita determinação', afirma surfista

Estadão Conteúdo

17 Maio 2017 | 20h10

Em dezembro de 2015, o brasileiro Adriano de Souza, o Mineirinho, obteve o grande feito de sua carreira: ganhou a famosa etapa de Pipeline, no Havaí, e conquistou o título mundial do Circuito Mundial de Surfe. Desde então, contudo, ele não havia mais vencido nenhuma outra etapa, jejum que se encerrou nesta quarta-feira ao faturar a etapa do Rio, em Saquarema (RJ).

Feliz com a conquista, o brasileiro celebrou muito o fim do jejum. "Eu não sentia o gosto do pódio desde dezembro de 2015 e batalhei muito, como todos sabem. Essa é a jornada de um atleta: de você se dedicar e não alcançar seus objetivos", apontou Mineirinho, festejando que a sua persistência tenha sido compensada nesta quarta-feira.

"Mas nunca desisti, sempre acreditei e mostrei muita determinação até mesmo nos momentos mais difíceis. Acho que isso mostra como é o nosso País, que, mesmo vivendo na dificuldade, a gente sai todo dia para trabalhar com sorriso no rosto e carregando essa bandeira no peito", destacou o surfista, muito festejado pela torcida brasileira que lotou a praia de Saquarema.

Esse foi o segundo título de Mineirinho no Rio - ele havia vencido em 2011 - e a sétima em etapas do principal circuito do surfe. Também foi o sexto triunfo sobre o australiano Adrian Buchan, adversário na final que foi elogiado pelo brasileiro. "Foi uma grande honra fazer a decisão com o Adrian Buchan. É um cara que a gente compete juntos desde a fase amadora das nossas carreiras e estamos aqui agora dividindo esse pódio".

Com o bom resultado no Brasil, Mineirinho chegou aos 24.400 pontos e assumiu a segunda posição na classificação geral, empatado com o sul-africano Jordy Smith e o australiano Owen Wright. A liderança pertence ao atual campeão John John Florence, com 24.750 pontos.

"Estou muito feliz e a partir de agora só quero dizer uma coisa: gente, obrigado! Obrigado a todos vocês que vieram de longe para poder estar aqui", acrescentou o brasileiro. "Obrigado a todo o estado do Rio de Janeiro pelo apoio. Obrigado a minha esposa, a minha equipe, a minha mãe, ao meu irmão e obrigado a todos vocês que estão aqui na praia nesse momento especial da minha vida".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.