1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

No Finkel, nadadores conquistam índice para o Mundial de Curta

Etiene Medeiros bateu o recorde sul-americano dos 100 metros costas e garantiu vaga no torneio em piscina de 25 metros, em Doha

A pernambucana Etiene Medeiros foi o maior destaque do primeiro dia do Troféu José Finkel, o Brasileiro de natação em piscina curta, em Guaratinguetá (SP). Com 57s53, tempo registrado nas eliminatórias pela manhã, a nadadora do Sesi-SP bateu o recorde sul-americano dos 100 metros costas, que pertencia a Fabíola Molina desde 2009 (57s63).

Etiene superou também o índice para o Mundial em Piscina Curta de Doha (58s14), no Catar, que será em dezembro. "Confesso que fiquei bastante surpresa porque estamos vindo do Pan-Pac (Pan-Pacífico, na Austrália, em piscina longa)". À tarde, na final, ela conquistou a medalha de ouro com um tempo ligeiramente pior (57s76).

Etiene Medeiros superou marca que era de Fabiola Molina
Etiene Medeiros superou marca que era de Fabiola Molina

Nos 100 metros costas, Guilherme Guido também conseguiu o índice para o Mundial de Doha ao registrar 50s50 pela manhã. À tarde, baixou um centésimo e conseguiu faturar o ouro.

Nos 100 metros medley, Thiago Pereira venceu a final com 52s45, fazendo índice para Doha. No entanto, é possível que o medalhista olímpico não inclua essa competição em seu calendário. A prata ficou com Thiago Simon, do Corinthians-SP, que registrou 53s07 (o índice era 53s14).

Já a equipe do Minas conquistou a medalha de ouro no revezamento 4x50 metros livre masculino com o tempo de 1min25s29, apenas um centésimo acima do recorde sul-americano da prova, que é do Flamengo-RJ. O quarteto mineiro foi formado por Cesar Cielo, Felipe Martins, Ítalo Duarte e Fernando Silva.

Cielo saiu da piscina um pouco decepcionado com a marca obtida. "Todo mundo nadou bem, mas a gente ficou a um centésimo do recorde sul-americano. Sair da piscina tão próximo de uma marca importante é duro. Mas agora é levantar a cabeça e focar nos 50 metros livre individual, que quero fazer uma boa marca".

Neste primeiro dia de Troféu José Finkel, dois revezamentos brasileiros também conseguiram índice para o Mundial de Doha: 4x200 metros feminino e masculino.