Pequim terá finais da ginástica e da natação pela manhã

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou nesta quinta-feira que as finais das provas de ginástica artística e de natação da Olimpíada de Pequim, em 2008, serão disputadas no período da manhã, normalmente utilizado para provas eliminatórias. O objetivo é privilegiar as transmissões de TV para os Estados Unidos, que seriam beneficiados pelo fuso horário de mais de 12 horas - no caso de Nova York. A NBC, que pagou US$ 3,5 bilhões pelos diireitos de transmissão para os Estados Unidos para os jogos de Sydney, Atenas e Pequim, havia solicitado essa alteração - que também beneficiará o Brasil, com fuso próximo ao norte-americano. A medida causou polêmica, já que o horário é considerado ingrato para os atletas. "O que me aborrece é que a decisão foi tomada apenas por motivos comerciais, o que não é bom para o esporte", disse Alan Thompson, técnico da seleção australiana de natação, uma das favoritas a medalhas. "Estamos falando de dois esportes, e os Jogos têm 28 modalidades", rebateu Hein Verbruggen, chefe da comissão do COI responsável pela organização dos Jogos. O porta-voz da Federação Internacional de Ginástica (FIG), Philippe Silacci, disse que a decisão já era aguardada. "Fomos consultados, e essa questão não comprometerá a disputa", disse. O COI alega que a divulgação com quase dois anos de antecipação dará tempo aos atletas para se adaptarem. A entidade anunciou ainda que o número de exames antidoping crescerá em 25% - serão cerca de 4.500 exames realizados nos 17 dias de competição, de 8 a 24 de agosto de 2008.

Agencia Estado,

26 Outubro 2006 | 10h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.