Poliana Okimoto é 3ª em seletiva e fica fora do Mundial na prova dos 10km

Medalhista olímpica no Rio-2016 perde para Ana Marcela Cunha e Viviane Jungblut

Estadão Conteúdo

11 Maio 2017 | 20h02

Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos do Rio na maratona de aquática de 10 quilômetros, Poliana Okimoto não poderá participar dessa prova no Mundial de Esportes Aquáticos de Budapeste após ficar apenas na terceira colocação na seletiva nacional para o evento.

A Maratona Nacional de Foz do Iguaçu, realizada nesta quinta-feira, dava aos dois primeiros colocados vagas no Mundial. E elas ficaram com o vencedor Fernando Ponte e o segundo colocado Allan do Carmo na disputa masculina. Já entre as mulheres, Ana Marcela Cunha marcou 2h05min36s0 e se classificou com o título, enquanto Viviane Jungblut se garantiu com a segunda posição na versão feminina com 2h05min36s1. Poliana Okimoto foi a terceira colocada, com 2h05min40.

"Fico muito feliz por ter ganho essa prova e ter me classificado para o Mundial. Agora vamos esperar mais dois dias e ver como vai ser na prova de cinco. Todas as vezes que caímos na água pensamos em ganhar. Agora já é reta final de preparação para o Mundial. Além da densidade da água ser diferente, comparada ao mar, uma das coisas mais difíceis da prova foi nadar junto com uma medalhista olímpica. O que a Poliana fez e continua fazendo pelo Brasil e pelo nosso esporte é mágico e importantíssimo", analisou Ana Marcela Cunha, que no Mundial de 2015 levou o bronze na prova dos 10km - ela também foi ouro nos 25km e prata na disputa por equipes.

No próximo sábado, será disputada a Meia Maratona Nacional de Foz do Iguaçu, que servirá como seletiva para a prova de cinco quilômetros para o Mundial de Budapeste, marcado para o período entre 14 e 30 de julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.