Robert Scheidt e Bruno Prada ficam com a prata no Mundial

Os iatistas brasileiros Robert Scheidt e Bruno Prada conquistaram a medalha de prata no Mundial da classe Star, disputado em San Francisco, nos Estados Unidos. O título do campeonato ficou com a dupla da Nova Zelândia, Hamish Pepper e Carl Williams. Na última das seis regatas do Mundial, disputada nesta sexta-feira, Robert Scheidt e Bruno Prada fizeram uma prova de recuperação e terminaram em 4º lugar. Assim, ficaram com 22 pontos perdidos na classificação geral, três a mais do que os primeiros colocados - Hamish Pepper e Carl Williams conseguiram um 8º lugar na etapa do dia. Já a medalha de bronze foi para os franceses Xavier Rohart e Pascal Rambeau. A outra dupla brasileira no Mundial, formada pelos bicampeões olímpicos da classe Star, Torben Grael e Marcelo Ferreira, fez nesta sexta-feira a sua melhor regata dentre as seis da competição, terminando em 10º lugar. Com isso, eles acabaram a disputa com a 17ª posição no geral. Bicampeão olímpico e dono de 8 títulos mundiais na classe Laser, Scheidt passou a velejar de Star após a Olimpíada de Atenas, em 2004. E, após os bons resultados, pode mesmo estar mudando de classe definitivamente. O Mundial de Star é a mais importante competição de Robert Scheidt e Bruno Prada em 2006 e o quinto torneio da dupla com o novo barco, construído no estaleiro Lilia, na região do Lago Como, Itália. Com ele, os brasileiros foram vice-campeões da Semana de Kiel e do Campeonato Europeu, ambos na Alemanha, além do terceiro lugar na Holland Regatta, antiga Semana de Spa.

Agencia Estado,

06 Outubro 2006 | 20h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.