Romênia também quer Tyson x Lewis

Apareceu mais candidato para sediar a luta entre Mike Tyson e Lennox Lewis. Depois das Filipinas, do Líbano, do Panamá e de alguns estados norte-americanos, agora é a vez da Romênia anunciar que pretende organizar o combate entre os dois pesos pesados. Para isso, o empresário romeno Eugen Dunca revelou ter oferecido US$ 17,5 milhões pelos direitos da luta. O combate entre os dois pugilistas estava programado para acontecer dia 6 de abril, em Las Vegas, mas Tyson não teve a licença concedida para lutar na cidade. Com isso, o palco e a data da luta ficaram indefinidos. Os empresários de Tyson já tentaram obter a permissão em vários estados norte-americanos, mas até agora só conseguiram na Georgia e em Washington. O próximo pedido deve ser para Michigan. Enquanto isso, empresários de todo o mundo tentam organizar o esperado combate. O romeno Eugen Dunca revelou nesta sexta-feira que já fez sua oferta ao representante de Lewis, Gary Show, propondo a realização da luta no dia 8 de junho, em Bucareste. Faltaria apenas passar os detalhes para o agente de Tyson, Shelly Finkel. Toda essa polêmica tem uma data para acabar. A Federação Internacional de Boxe, entidade em que Lewis é campeão - ele também tem o cinturão do Conselho Mundial -, delimitou o dia 25 de março para que haja uma definição sobre o combate.

Agencia Estado,

01 Março 2002 | 16h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.