Saretta perde e Suécia faz 3 a 1 no Brasil pela Copa Davis

O tenista sueco Robin Soderling, número 34 do mundo, passou nesta segunda-feira pelo brasileiro Flávio Saretta por 3 sets 0, em Belo Horizonte, fazendo 3 a 1 para a Suécia no confronto pelos playoffs da Copa Davis. Com este resultado, os suecos garantiram vaga no Grupo Mundial e o Brasil permanece na segunda divisão em 2007. Saretta, atual número 125 do ranking da ATP, não conseguiu encaixar o seu saque e acabou levando um "pneu" no primeiro set - 6/0. Desconcentrado, o brasileiro voltou a encontrar problemas e não conseguiu acompanhar o ritmo de Soderling no segundo set - o sueco apostou nas bolas longas e fechou em 6/3. No terceiro, Soderling acabou diminuindo o ritmo e foi surpreendido por Saretta, que quebrou o seu serviço e abriu 2 a 0. No entanto, o sueco, que é o melhor tenista ranqueado entre todos os participantes, voltou a se concentrar, virou o placar e fechou a partida no tie-break em 7/6 (7/4) - os brasileiros reclamaram bastante da arbitragem, que confirmou uma bola de Soderling quando Saretta vencia por 5 a 4 e tinha 40 a 30 no game. Os poucos torcedores que comparecem à arena se juntaram a Guga, Ricardo Mello, André Sá e Fernando Meligeni para tentar incentivar Saretta, mas o brasileiro não resistiu à pressão. "(Reclamar da arbitragem) faz parte do jogo. Estávamos animados, mas existem adversários que são superiores. Além disso, este não era o nosso fim de semana", contou Meligeni. Com a vitória da Suécia garantida, a quinta partida entre Ricardo Mello e Andreas Vinciguerra não será realizada. O confronto entre Brasil e Suécia pela Davis teve de ser completado nesta segunda-feira por causa das chuvas, que caíram sobre Belo Horizonte e prejudicaram a quadra de saibro - inclusive os organizadores tiveram de atear fogo na pista para apressar o processo de secagem. O grande destaque do duelo pela Davis foi a volta de Gustavo Kuerten às quadras - ele estava afastado por causa de uma lesão desde fevereiro. Guga fez dupla no último domingo com André Sá, na derrota para Jonas Bjorkman e Simon Aspelin por 3 sets a 1.

Agencia Estado,

25 Setembro 2006 | 12h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.