Scheidt e Prada assumem vice-liderança no Mundial de Star

O brasileiro Robert Scheidt, octacampeão mundial da classe Laser, chegará com chances de tentar o título mundial da classe Star, que disputa ao lado de Bruno Prada, na sexta e última regata da competição, que será disputada na tarde desta sexta-feira (horário de Brasília). Os dois assumiram a vice-liderança da competição ao chegar em terceiro lugar na regata, disputada na quinta-feira, e somaram 18 pontos perdidos, já considerado o descarte do pior resultado, o 13.º lugar na segunda etapa. A liderança está com neozelandeses Hamish Pepper e Carl Williams, que têm 11 pontos. Na pior das hipóteses, a dupla brasileira ficará com o quinto lugar. "Esse era um dos nossos objetivos, por isso a estratégia agora é velejar uma boa regata, sem se preocupar com os outros", disse Scheidt, que está satisfeito com a previsão de ventos fortes para a última regata. "Era o que queríamos, já que nossa moral está alta?, completou. A outra dupla brasileira, formada pelos bicampeões olímpicos Torben Grael e Marcelo Ferreira, novamente teve um mau desempenho: ficou em 17.º lugar, caindo mais uma posição na classificação geral: agora, está em 21.º lugar.

Agencia Estado,

06 Outubro 2006 | 10h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.