Scheidt e Prada mantêm quarto lugar no Mundial de Star

Os brasileiros Robert Scheidt e Bruno Prada mantiveram a quarta colocação no Mundial da classe Star, disputado em San Francisco, nos Estados Unidos, depois de terminar em quinto lugar na quarta regata, disputada na noite desta quarta-feira. Eles somam 28 pontos, apenas dois a mais que as três duplas empatadas na liderança: os franceses Xavier Rohart e Pascal Rambeau, Hamish Pepper e Carl Williams e Rohan Lord e Miles Addy, ambas da Nova Zelândia. Pepper e Williams foram os vencedores da regata. ?Fizemos uma regata conservadora. Tivemos três largadas e 15 barcos punidos", contou Scheidt, que pela primeira vez na carreira dedica a temporada exclusivamente à classe Star. "Para nós, em um campeonato desse nível, o mais importante é manter a média?, afirmou Prada. A dupla comemorou ainda o primeiro lugar no ranking mundial da Star, divulgado nesta quarta-feira, obtido graças ao título sul-americano e aos vice-campeonatos na Semana de Kiel e no Europeu, ambos disputados na Alemanha. "Estamos com moral, já que a maioria das nossas decisões têm sido corretas?, disse Prada. Faltam duas regatas para o fim da competição, nas noites de quinta e de sexta-feira (pelo horário de Brasília), e a partir da penúltima etapa as duplas poderão descartar seu pior resultado. "Então poderemos ver quem vai disputar o título", explica Scheidt. Para a outra dupla brasileira, formada pelos bicampeões olímpicos Torben Grael e Marcelo Ferreira, a situação é bem mais complicada: eles terminaram a regata desta quarta em 42.º lugar, e caíram para a 20.ª posição na classificação geral, com 103 pontos.

Agencia Estado,

05 Outubro 2006 | 12h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.