CBDA/Divulgação
CBDA/Divulgação

Seleção feminina do Brasil perde da China no polo aquático em estreia no Mundial

Brasileiras iniciam competição com derrota por 11 a 4 diante de chinesas, na Hungria

Estadão Conteúdo

16 Julho 2017 | 21h10

Com uma equipe renovada, que já visa os próximos ciclos olímpicos, a seleção brasileira feminina de polo aquático estreou com derrota no Mundial de Esportes Aquáticos, neste domingo, em Budapeste, na Hungria. A equipe nacional caiu por 11 a 4 diante da China.

As brasileiras só conseguiram balançar as redes no primeiro e no terceiro períodos do confronto, sendo que no quarto e último caíram bastante de rendimento e levaram quatro gols. O próximo duelo do time feminino do País na competição será na terça-feira, contra a Itália.

Antes disso, a seleção brasileira masculina de polo aquático fará a sua estreia neste Mundial contra o Casaquistão, às 3h30 (horário de Brasília), nesta segunda-feira.

A estreia envolvendo o time feminino marcou o início da participação de Marina Zablith, de 30 anos de idade, em seu sexto Mundial consecutivo. Capitã do Brasil, ela chegou a abrir o placar do confronto, antes de a China virar o jogo, terminar o primeiro período em vantagem de 4 a 2 e depois abrir 6 a 2 no segundo, no qual Diana Abla marcou de novo para as brasileiras.

Já no terceiro período, o Brasil chegou a reagir e balançou as redes mais duas vezes, com Melani Dias e Mariana Rogê Duarte, diminuindo a vantagem chinesa para 7 a 4. Entretanto, a reação parou por aí.

O jogo do Brasil foi válido pelo Grupo A do polo aquático feminino do Mundial, que neste domingo também teve a Itália derrotando o Canadá por 10 a 4 nesta rodada.

Mais conteúdo sobre:
polo aquático Brasil China

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.