Sem Kelly Slater, começa a etapa brasileira do WCT

Começou nesta segunda-feira, na Praia da Vila, em Imbituba (SC), a etapa brasileira do WCT, a divisão de elite do surfe mundial. Mas o evento não terá a participação do norte-americano Kelly Slater, que já garantiu o título desta temporada - o 8º de sua carreira - e deve chegar ao Brasil apenas no próximo fim de semana, para acompanhar a competição, sem disputá-la. Como já é o campeão, Kelly Slater desistiu da disputa no Brasil e ficou mais uns dias nos Estados Unidos, para acompanhar o casamento de sua mãe e fazer sua mudança - ele está trocando de casa. De qualquer maneira, a disputa em Imbituba promete ser emocionante. Principalmente, porque os surfistas brasileiros tentam acabar com um jejum de 7 anos sem vitória na etapa do Brasil do WCT - a última foi em 1998, com Peterson Rosa no Rio. Assim, com ondas de 1 metro de altura, começou nesta segunda-feira a competição, que está prevista para acabar só no dia 8 de novembro. E o destaque foi o brasileiro Victor Ribas, que ganhou a revanche contra o norte-americano Damien Hobgood, de quem tinha perdido na final da etapa do ano passado. Outros quatro brasileiros venceram na primeira bateria: Jihad Kohdr, Peterson Rosa, Marcelo Nunes e Raoni Monteiro. Enquanto isso, outros surfistas do Brasil foram parar na repescagem: Neco Padaratz, Yuri Sodré, Odirlei Coutinho, Leonardo Nevez, Bernardo Pigmeu, Renato Galvão, Pedro Norberto, Adriano de Souza, Pedro Henrique, Paulo Moura e Jean da Silva.

Agencia Estado,

30 Outubro 2006 | 17h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.