1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Serra e Ricardo Maurício vencem em Curitiba na Stock Car

Estadão Conteúdo

31 Agosto 2014 | 17h 13

Por conta da forte chuva, primeira corrida do dia é prejudicada e acaba encerrada antes que 75% da mesma fosse completada

Ricardo Maurício venceu neste domingo a segunda e última prova da etapa de Curitiba desta temporada da Stock Car. O piloto da equipe Eurofarma RC acabou triunfando em um dia complicado para os pilotos, no qual um temporal provocou a paralisação da primeira prova da rodada dupla de corridas por quase uma hora e meia. Mesmo com seu limpador de para-brisa não funcionando adequadamente, ele dominou a segunda prova do dia.

O resultado também fez o piloto se igualar a Chico Serra como o maior vencedor do Autódromo Internacional de Curitiba, com quatro vitórias cada um no local, onde a primeira corrida do dia acabou sendo decretada encerrada antes que 75% da mesma fosse completada, tendo em vista as condições ruins provocadas pela chuva. Esta primeira prova foi vencida por Daniel Serra, da equipe Red Bull Racing, depois que a direção de prova decretou o fim por antecipação.

Por causa da grande quantidade de água, a largada da segunda corrida foi realizada com o auxílio do carro de segurança e aconteceu com grid invertido entre os 10 primeiros colocados da primeira corrida. Assim, partiram, pela ordem, Ricardo Mauricio, Sergio Jimenez, Galid Osman, Rubens Barrichello, Julio Campos, Cacá Bueno, Átila Abreu, Allam Khodair, Valdeno Brito e Daniel Serra.

Divulgação
Ricardo Maurício é o maior vencedor do Autódromo Internacional de Curitiba

A chuva chegou a dar uma trégua na segunda corrida, mas a visibilidade dos pilotos seguia muito prejudicada e, em uma das disputas da prova, Valdeno Brito recebeu um toque de Allam Khodair na primeira curva do circuito e perdeu o controle de seu carro.

Nestas condições, quem se deu bem foi Rubens Barrichello, que gosta de dirigir na chuva e chegou a liderar a segunda corrida do dia após ter terminado a primeira no sétimo lugar. Antes disso, ele ultrapassou Galid Osman e Sergio Jimenez para ficar na vice-liderança e depois iniciar uma disputa acirrada com Ricardo Maurício pela ponta.

Na oitava volta desta segunda corrida, Rubinho acabou conseguindo passar o líder, que em seguida devolveu a ultrapassagem e retomou a primeira posição, na qual permaneceu até o fim da corrida. 

Segundo colocado desta segunda prova na capital paranaense, Barrichello se garantiu na vice-liderança do campeonato, com 113 pontos, enquanto Ricardo Maurício é o décimo, com 75,5, e Daniel Serra é apenas o 13.º, com 62. Já o líder é Átila Abreu, com 119,5, depois de ter sido o quarto colocado da primeira corrida do dia e oitavo na segunda.