Tenistas jogam duas vezes para ir à semifinal na Áustria

A quinta-feira foi agitada no Torneio de Tênis de Poertschach, que distribui cerca de US$ 450 mil em prêmios. Além das partidas pela quarta-de-final, foram disputados alguns jogos pela oitava-de-final, que não puderam ser realizados na quarta-feira por causa das chuvas. O destaque ficou para o russo Nikolay Davydenko, que jogou duas vezes. Na primeira ele derrotou o espanhol Ruben Ramirez Hidalgo por 2 a 0, com parciais de 6/2 e 6/4. Na outra o russo não deu chances para o italiano Potito Starace e venceu por 2 a 0 (6/2 e 6/1). O adversário de Davydenko na semifinal será o checo Jiri Novak, que também jogou duas vezes nesta quinta. Pela fase oitava-de-final, ele bateu o argentino Juan Ignácio Chela por 2 a 1 (6/1, 3/6 e 6/2). Já na quarta-de-final, Novak também passou por 2 a 1, com parciais de 6/7(7/9), 6/4 e 6/4 - a vítima foi o austríaco Jürgen Melzer. O peruano Luis Horna também precisou jogar duas vezes para ir à semifinal da competição. Pela oitava-de-final, Horna derrotou o italiano Andreas Seppi por duplos 6/1. Já pela quarta-de-final, o peruano venceu o argentino Juan Monaco por 2 a 0, com parciais de 6/3 e 6/4. Horna vai enfrentar na semifinal o romeno Andrei Pavel, que jogou apenas pela quarta-de-final e derrotou o austríaco Oliver Marach por 2 a 0, com parciais de 6/4 e 6/2.

Agencia Estado,

25 Maio 2006 | 15h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.