Volvo: Brasil 1 se distancia, mas segue em terceiro

O Brasil 1 ficou mais longe do líder, o holandês ABN Amro 1, mas se mantém em terceiro lugar na sétima etapa da Volvo Ocean Race, que saiu na semana passada de Nova York e deve chegar nos próximos dias a Portsmouth, na Inglaterra. O banco holandês, que conquistará o título antecipado da competição se vencer essa prova, completou na madrugada desta quarta-feira a metade da etapa, e conseguiu velocidade suficiente para abrir mais 40 quilômetros de vantagem para o Ericsson, da Suécia, que ocupa a segunda colocação. O Brasil 1 está a 115 quilômetros da embarcação sueca - 24 horas antes, quando apresentou um problema hidráulico, o barco brasileiro tinha menos de 40 quilômetros de desvantagem. A embarcação liderada por Torben Grael, no entanto, pode se aproximar novamente, já que, nas próximas horas, o Ericsson terá de mudar de rota rumo ao norte, na direção de Portsmouth - hoje, estão aproveitando um vento na direção sul, mais veloz. Confira a classificação da sétima etapa, após 5 dias e 20 horas: 1 - ABN Amro 1 (HOL) - 2.844 quilômetros percorridos 2 - Ericsson (SUE) - a 136 quilômetros 3 - Brasil 1 (BRA) - a 251 quilômetros 4 - Piratas do Caribe (EUA) - a 284 quilômetros 5 - ABN AMRO 2 (HOL) - a 377 quilômetros 6 - Brunel (AUS) - a 418 quilômetros 7 - Movistar (ESP) - a 596 quilômetros

Agencia Estado,

17 Maio 2006 | 11h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.