1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Após Rússia, EUA garantem vaga no Rio-2016 no vôlei feminino

- Atualizado: 10 Janeiro 2016 | 10h 28

Americanas conquistam Pré-Olímpico sobre República Dominicana

Vice-campeãs olímpicas nas últimas duas edições dos Jogos, as norte-americanas vão poder tentar a revanche contra a seleção brasileira feminina de vôlei em pleno Rio de Janeiro. Os EUA garantiram a vaga na Olimpíada na noite de sábado, ao vencerem o Pré-Olímpico das Américas do Norte e Central.

Diante de mais de 10 mil torcedores na cidade de Lincoln, em Nebraska, os EUA não tiveram dificuldades para vencer a República Dominicana por 3 sets a 0, com parciais de 25/19, 25/19 e 25/18. As dominicanas ainda terão a oportunidade de tentar se classificar ao Rio-2016 por meio do Pré-Olímpico Mundial, programado para maio, no Japão.

Os EUA são, na atualidade, a grande força do vôlei feminino, mais fortes inclusive do que o Brasil. Venceram o Mundial de 2014, o Grand Prix de 2015 e os Jogos Pan-Americanos de Toronto, também no ano passado. Só não levaram a Copa do Mundo, disputada no fim do ano passado, no Japão, que classificou China e Sérvia para a Olimpíada.

Jogadora norte-americana Jordan comemora com público após classificação para Olimpíada

Jogadora norte-americana Jordan comemora com público após classificação para Olimpíada

Também no sábado, mais cedo, a seleção da Rússia também se classificou para os Jogos, ao vencer o torneio classificatório europeu, realizado na Turquia, em Ancara, com a vitória sobre a Holanda por 3 sets a 1.

A assim como os EUA, a Rússia é considerada uma das principais adversárias da seleção brasileira, tanto que foi campeã mundial em 2006 e 2010, embora tenha ficado de fora do pódio nos Jogos Olímpicos de 2008 e 2012, quando caiu exatamente para o Brasil, nas quartas de final, em um duelo histórico em Londres.

Derrotada pela Rússia, a Holanda ainda tem chances de classificação para a Olimpíada do Rio, assim como a Itália, que garantiu o terceiro lugar ao bater a Turquia.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX